Destinos Itália

5 cidades fora do roteiro…Itália

Bogliasco

Quer conhecer 5 cidades fora do roteiro em Itália? Este é um país com muito mais para oferecer do que apenas Roma, Veneza ou Milão. Várias são as cidades em Itália, fora do roteiro tradicional que merecem ser visitadas e mais conhecidas. Assim decidimos fazer este artigo para vos dar a conhecer 5 dessas maravilhas que devem incluir no vosso próximo roteiro por Itália.

Taormina – cidade fora do roteiro

Taormina, localizada na Sicília (veja o nosso artigo sobre Messina), é intitulada de Pérola do Mar Jónico, sendo um dos locais mais charmosos e românticos de Itália. É conhecida pelo seu mar transparente e pelo famoso Monte Etna. Vários são os tesouros que descobrirá ao visitar Taormina, uma vez que esta possui um património arqueológico, artístico e cultural ímpar, que nos faz viajar no tempo.

Acredita-se que este pequeno vilarejo terá sido fundado em 396 a.C. pelos gregos vindos de Naxos (primeira colónia grega da Sicília). Depois da sua fundação passou pelo domínio romano, mouro, normando, francês, borbónico e por fim, o italiano.

Taormina foi casa de pessoas famosas como Elizabeth Taylor, Oscar Wilde, Strauss, Tennessee Williams, entre tantos outros.

Cidade fora do roteiro - Taormina
Taormina (Fonte: Museument.Com)

De entre as principais atracções temos:

  • Teatro Grego – o segundo Teatro mais antigo da Sicília;
  • Palazzo Corvaja – que abriga o Museo Siciliano di Arte e Tradizione;
  • Corso Umberto – que é o principal rua do centro, onde se localizam as principais lojas e o artesanato local;
  • Piazza IX Aprile – a principal praça da cidade onde existe um belo mirante panorâmico, assim como a Chiesa di San Giuseppe, a Torre di Mezzo e a ex Chiesa di Santo Agostino;
  • Duomo di Taormina  – a Catedral de São Nicolau, do séc.XV;
  • Isola Bella – uma ilha localizada na parte baixa da cidade.

Se não tiver muito tempo para visitar a Sicília, um conselho é que não deixe de visitar Taormina, pois este é provavelmente o local mais bonito e charmoso da ilha, estando perfeitamente adaptada para receber os turistas.

Veja os melhores hotéis em Taormina escolhidos por nós

Matera – cidade fora do roteiro

Matera, também conhecida como Cidade de Pedra, é uma das cidades mais antigas e bonitas do mundo. Esteve sob o domínio dos romanos, lombardos, sarracenos, bizantinos, normandos e aragoneses. Apenas no início do ano 800, conseguiram a sua independência.

Uma das principais atracções da cidade são as cavernas, chamadas de “Sassi” , que constituem a parte mais antiga de Matera e que mostram a capacidade do homem em se adaptar ao ambiente que o rodeia, utilizando recursos simples. Os Sassos são construções erguidas dentro das rochas, que dividem o território da cidade em dois grandes anfiteatros naturais: o Sasso Caveoso, composto por habitações completamente escavadas na rocha e que se mantêm intactas até aos dias de hoje, e o Sasso Barisano, que abriga várias estruturas restauradas e várias atracções turísticas.

Veja os melhores hotéis em Matera, escolhidos por nós

De entre várias atracções temos:

  • Catedral de Matera – de estilo românico pugliese, foi construída no séc. XII no esporão mais alto entre o Sasso Barisano e o Sasso Caveoso. No seu interior é possível ver o magnífico fresco bizantino “Madonna della Bruna”;
  • Igreja de Santa Maria de Idris – é uma igreja rupestre localizada no esporão rochoso de Monterrone, no Sasso Caveoso;
  • Igreja Santa Lucia alle Malve – é uma igreja rupestre,sendo o primário povoado monástico feminino da ordem beneditina, existente desde o séc. VIII. Esta igreja possui no seu interior pinturas murais belíssimas e importantes para a cidade;
  • Igreja San Pietro Barisano – está localizada no Sasso com o mesmo nome, esta é a maior igreja rupestre da cidade;
  • Igreja de San Pietro Caveoso – foi construída no ano de 1218 e possui um bonito campanário barroco, do séc. XVII;
  • Palácio Lanfranchi – que é sede do Museu Nacional de Arte Moderna e Medieval de Basilicata.  
Cidade fora do roteiro - Matera
Matera – (Fonte: The Guardian)

Durante muito tempo Matera era considerada uma das cidades mais retrógradas do sul de Itália. Contudo, após a Segunda Guerra Mundial e do túmulto provocado pelo filme “Cristo parou em Éboli”, a opinião pública do país começou a mostrar interesse pelas condições de vida dos habitantes de Sasso. Algo que desencadeou várias acções que resultaram nas restaurações dos sassos e na construção de novos bairros.

Apesar de todo o seu encanto Matera continua a não fazer parte da maior parte dos roteiros turísticos, principalmente porque é difícil encaixá-la num roteiro típico pelo país.

Alberobello – cidade fora do roteiro

Localizada na província de Bari, Alberobello é um lugar ímpar, conhecida pelos seus mil e quatrocentos “trulli”. Estes nada mais são do que casinhas brancas, feitas de calcário, com uma cúpula em forma de cone e telhados de pedra. Os telhados são decorados com símbolos religiosos, pagãos, hebraicos ou signos do zodíaco, com a intenção de trazer boa sorte.

Quando se iniciou a construção dos “trulli” dificilmente se imaginaria que seriam classificados como Património da Humanidade pela UNESCO, em 1996. Segundo se consta os “trulli” começaram a ser construídos, no séc. XVI, quando os camponeses foram obrigados pelo Conde Guercio di Puglia a construir as casas neste formato e com materiais da região. Para que desta forma as casas fossem destruídas e reconstruídas em poucas horas, caso houvesse uma inspecção do governo de Fernando Aragona, com o objectivo de cobrança de impostos. Essa imposição passou a fazer parte da arquitectura da região.

O centro histórico de Matera é dividido em duas áreas distintas, a Aia Piccola, área residencial charmosa com cerca de 400 “trulli”, onde alguns deles foram transformados em hotéis, e o Monti, localizado no alto do monte possui cerca de 1000 “trulli” , é a área mais comercial da cidade. Aqui alguns “trulli” podem ser visitados por dentro, funcionando como museus e lojas onde se vende artesanato.  

Veja os melhores hotéis em Alberobello, escolhidos por nós

De entre as principais atracções temos:

  • Igreja de Santo António – que foi construída em 1927, no formato de “trulli”;
  • Trullo Sovrano – que é maior tullo da cidade, construído no séc. XVIII. Actualmente abriga o Museu do Território;
  • Igreja de Cosme e Damião – que é dedicada aos padroeiros da cidade, de arquitectura neoclássica;
  • Casa dellÁmore – foi primeiro trullo construído em 1797;
  • Casa Pezzola – que é um conjunto de 15 trulli comunicantes;
Alberobello
Alberobello – (Fonte: Puglia Paradise)

Alberobello é um dos melhores exemplos da bioarquitectura de todos os tempos, pois todo o projecto e processo de construção são ecologicamente sustentáveis e de bastante duração.  

Bogliasco – cidade fora do roteiro

Bogliasco é uma pequena localidade de pescadores, sendo conhecida por manter o seu charme natural e pelas suas praias paradisíacas. Habitada desde o tempo do Paleolítico e Mesolítico, Bogliasco esteve sob o domínio romano, que utilizavam o local como ponto de passagem das suas tropas. Com a queda do Império Romano passou pela mão de diversos povos.

Dada a sua localização, foi vítima de frequentes ataques piratas berberes até ao séc. X, que resultaram em violência, destruição e saques. Vários objectos importantes e valiosos para a localidade foram roubados dos locais de culto.

De entre as várias atracções temos:

  • Santuário da Nossa Senhora da Graça – cujo espólio resulta da doação de crentes e engloba quatro pinturas de Domenico Gavarrone, duas de Berto Ferrari e uma de Piero Bozzo;
  • Igreja da Santíssima Maria da Natividade – o primeiro edifício remonta ao séc. XII, tendo sido elevada a paróquia em 1576. O edifício actual é do séc. XVIII;
  • Castelo de Bogliasco – desconhece-se a sua data de construção mas dada a arquitectura acredita-se que será do séc. XVIII.

Veja os melhores hotéis em Bogliasco, escolhidos por nós

Cidade fora do roteiro - Bogliasco
Bogliasco – (Fonte: in.italia)

Bogliasco é uma bonita localidade que valerá a pena visitar se estiver por Génova ou na costa oeste de Itália. Não sendo uma cidade propriamente conhecida, torna-se o local ideal para os que procuram fugir das confusões das cidades turísticas.

Vernazza – cidade fora do roteiro

Vernazza, localizada na província de Spezia, é um dos vilarejos que forma a famosa Cinque Terre. Sendo para a maioria dos visitantes a mais bonita das cinco localidades. É o único porto natural de Cinque Terre, e como tal uma das mais típicas aldeias piscatórias da Riviera Italiana.  

Várias são as atracções que encontrará nesta pequena vila:

  • Castello dei Doria – que foi construído no séc. XI para servir de base de observação oferecendo uma bela vista da costa e da vila;
  • Chiesa di Santa Margherita di Antiochia – construída em 1318, em estilo gótico-lingúrio, sobre um outro edifício;
  • Santuário di Nostra Signora di Reggio;
  • Spiaggia di Vernazza – uma pequena e charmosa praia composta por pequenas pedrinhas acinzentadas.

Veja os melhores hotéis em Vernazza, escolhidos por nós

Cidade fora do roteiro - Vernazza
Vernazza – (Fonte: In Cinque Terre)

Conjugando a beleza da terra e do mar, Vernazza é uma vila sem trânsito, com uma arquitectura característica, com portais esculpidos, casas loggia e arcadas. Estando patente uma uma preocupação decorativa mais acentuada, em comparação com os restantes vilarejos das Cinque Terre.

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Se pretende fazer a sua reserva para ficar alojado em Itália, contrate o serviço aqui e estará a ajudar o nosso blog, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. A WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a Iberia e adquira voos a preços maravilhosos. E ajude o blog a manter-se.

Similar Posts

18 thoughts on “5 cidades fora do roteiro…Itália
  1. Adoro dicas de lugares diferentes e fora dos roteiros tradicionais! Pelo jeito na Itália não faltam opções, não é mesmo? Que vontade de fazer uma viagem bem longa por lá combinando essas cidades fora do roteiro com as mais famosas e turísticas.

  2. Oi Patricia, tudo bem?
    Uau! Estou babando aqui. Primeiro preciso falar das fotos, as cores são tão nítidas, tão vivas, que é fácil nos imaginar dentro dessas cidades. O colorido das construções chama atenção, mas o azul desse mar, é fantástico. Lugares que fazem parte da historia da nossa civilização sempre foram os meus preferidos. Se eu tiver a oportunidade de conhecer, gostaria de ter tempo. Pois deve ser emocionante e comovente entrar nessa igrejas, nesse teatro, no castelo. Você encontrou realmente lugares paradisíacos. Amei as dicas!
    beijinhos.
    cila.

  3. Olá!

    Nossa, agora mais do que nunca quero que essa pandemia passe para conhecer esses lugares incríveis, cheios de história e lugares magníficos. Sou apaixonada pela Itália e é muito bom saber que além das cidades tradicionais temos outras opções maravilhosas.

    Beijos

  4. Oi, tudo bem? Uau que lugares mais incríveis. Amo dicas do que fazer diferente do que os turistas tradicionais buscam. Amo visitar igrejas, catedrais, gosto também de museus e galerias de arte. Sempre rende fotos inesquecíveis. Amei suas dicas. Um abraço, Érika =^.^=

  5. Oi Patrica,
    Estou encatanda por todas essas cidades que não fazem parte do roteiro, são cidades pelo que descreveu lindas e com vários pontos ótimos para visitar. Adorei as imagens que trouxe de Alberobello, Bogliasco e Vernazza. Já quero conhecer.
    Abraços

  6. Olá, tudo bem?

    Gostei bastante de você trazer esse post com essas dicas de cidades para visitar na Itália, visto que normalmente as pessoas só focam nas mais famosas. Acho importante ter outras opções à vista. É trazer as atrações de cada local também foi outro ponto mais do que positivo. Arrasou demais!

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.