Áustria Destinos Europa

5 localidades fora do roteiro…Áustria

O artigo de hoje é dedicado à série “5 localidades fora do roteiro”, desta vez na Áustria. A Áustria, localizada no coração da Europa, é um país maravilhoso, plantado entre montanhas magníficas e lagos cristalinos, possuindo uma beleza natural única.

Mas não só de beleza natural vive a Áustria. Este é um país que dada a sua localização foi extremamente importante para as rotas comerciais entre o leste, o oeste, o norte e o sul da Europa. Assim, é fácil perceber que é um país com uma história riquíssima, com uma cultura vasta e ainda com um papel importante nas artes. Além de tudo isso, na Áustria encontrará ainda uma arquitetura bem peculiar e característica deste belo país.

Leia também 5 cidades fora do roteiro…Alemanha

Assim, sabendo que estamos a falar de um país maravilhoso e cheio de localidades magníficas decidimos fazer este artigo onde vos damos a conhecer 5 localidades fora do roteiro na Áustria.

Graz

Conhecida por ter um dos centros históricos mais bem preservados da Europa, Graz é a segunda maior cidade da Áustria. Mas apesar disso, a verdade é que é uma cidade pouco conhecida deste país. Graz é a capital da província da Estíria, sendo uma cidade universitária onde encontrará um ambiente bem descontraído.

5 localidades fora do roteiro na Áustria
Graz

Breve história de Graz

O primeiro assentamento de Graz surge na Idade do Cobre, mas até à Idade Média não há mais registos. Acredita-se, através do nome da cidade bem como de alguns achados arqueológicos, que aqui terá sido construído um castelo eslavo, que acabou por se tornar uma grande fortaleza. Foram os duques de Babenberg que tornaram Graz um importante centro de comércio, tendo mais tarde passado para o domínio dos Habsburgos.

Já no século XVI acabou por sofrer uma grande restruturação dos seus edifícios, com vários arquitectos e artistas do Renascimento italiano a ficarem responsáveis pelos projectos. Exemplo disso é o Landhaus, projectado por Domenico dell’Allio e que serviu como sede de Estado.

O que visitar em Graz

Inicie a sua visita na Hauptplatz, localizada bem no coração da cidade e deslumbre-se com os belos edifícios ao redor, nomeadamente a Rathaus. Se está a visitar Graz pela primeira vez não pode deixar de subir a bonita colina de Schlossberg de funicular. E assim, deslumbrar-se com com a torre do relógio da cidade, um dos cartões postais da localidade.

Torre do Relógio de Graz
Torre do Relógio de Graz

No centro histórico não deixe de ver o Burg ( castelo de Graz) e a sua bonita escadaria dupla em espiral de 1499, assim como a Domkirche, a catedral de Graz, que teve origem no século XV.

Continue o seu passeio e vá até a Landhaus, um dos edifícios renascentistas mais bonitos da Estíria, onde é possível visitar o interior.

Siga em direcção à Franziskanerplatz, uma bonita praça cheia de bares onde poderá fazer uma pausa e provar um dos pratos típicos de Graz. Nesta praça encontrará igualmente a Franziskanerkirche, uma bela igreja franciscana.

Nas margens do rio Mur encontrará um belo edifício moderno, o Kunsthaus, uma casa de arte moderna onde poderá ver várias exposições modernas temporárias.

Se gosta de conhecer os mercados locais, deve ir ao tradicional e inovador Kaiser-Josef-Market, um mercado de agricultores da cidade, onde encontrará magníficas frutas e legumes. Assim como ao Lendplatz Market, um bonito mercado rústico.

Mas se o que gosta mesmo é de visitar de museus não deixe de ir ao Landeszeughaus, um dos principais museus de Graz, cujo acervo engloba a maior colecção de armas e armaduras históricas do mundo.

Aproveite também para conhecer o Scholoss Eggenberg, um belo palácio barroco e rococó localizado num magnífico jardim, que remonta ao período românico. Aqui poderá saber mais sobre a história da família Eggenberg bem como da cidade de Graz.

Obertauern

Obertauern, no estado de Salzburgo, localiza-se nas montanhas Radstader Tauern e é um destino ideal para os amantes de desportos de inverno.

Breve história de Obertauern

Acredita-se que Obertauern tenha sido fundada pelos Celtas, mas foi na era romana que a mesma ganhou particular importância. Pois era local de passagem de uma importante estrada romana, que ligava Alpe a Salzburgo. Mas de facto a primeira menção a Radstader Tauern surge apenas em 1207.

Só em 1902 surgem os primeiros registos da presença de esquiadores e no final dos anos 40 o esqui tornou-se então a principal atividade de Obertauern. A partir daí o turismo foi crescendo na localidade.

5 localidades fora do roteiro na Áustria
Obertauen

O que visitar em Obertauern

Ao visitar Obertauern não pode deixar de fazer a rota de esqui Tauernrunde. Isto é fazer o passeio de esqui, com 12 km de extensão ao redor da vila, onde poderá contar com a ajuda dos teleféricos dispostos em círculo ao longo do circuito. Existem dois circuitos, representados por cores diferentes e com grau de dificuldade diferente.

Mas existem outras atrações para além da prática dos desportos de Inverno, como por exemplo a Igrejade Obertauern. Esta é uma igreja católica romana, de arquitectura barroca, construída entre 1618 e 1621, tendo posteriormente sido ampliada.

Veja quais Locais com Neve na Europa

Mas também poderão visitar o Cemitério de Tauern, um pequeno cemitério com uma capela, localizado no local de uma antiga estação rodoviária romana em Alpe. Aqui eram enterradas as pessoas que sem grande equipamento tentavam fazer o circuito de Tauernrunde e morriam no processo. Na atualidade é o local onde são sepultados os moradores da estação de esqui de Obertauern.

Outra das atrações desta pequena vila é a Tauernhaus Wisenegg. Uma casa construída em 1573 e que durante algum tempo serviu como hospício, sendo hoje um famoso hotel da região.

Feldkirch

Feldkirch é uma bonita e charmosa cidade da Áustria. Localizada no extremo oeste da Áustria, esta é uma cidade medieval bem conservada que faz fronteira com a Suíça e o Liechtenstein.

Breve história de Feldkirck

Feldkirch é mencionada pela primeira vez em 1218, logo após o Conde Hugo Von Montfort, fundador da cidade, ter mandado construir o Castelo de Shattenburg. Anos mais tarde, em 1375, o último Conde da linhagem Montfort vendeu a cidade ao Duque Leopold III Von Habsburg. Após a venda, o comércio com a Itália e com o Sacro Império Romano prosperou levando a cidade a um grande desenvolvimento económico e consequentemente cultural.

5 localidades fora do roteiro na Áustria - Feldkirch
Feldkirch

O que visitar em Feldkirch

Comece a sua visita por Feldkirch com um passeio pelo bonito centro histórico, repleto de becos e ruelas de calçada, ladeados por edifícios históricos ornamentados com torres e figuras históricas.

Esta é uma cidade fortificada, como tal para entrar no seu interior era necessário fazê-lo por um dos 4 portões distribuídos ao longo das muralhas. Assim, não deixe de percorrer as muralhas, reconstruídas em 1500 e visitar 2 dos portões que ainda se mantêm lá. Nomeadamente, o Churer Tor, que possui na sua fachada um escudo de pedra, com o escudo de Feldkirch. Mas poderão ver também a Diker Turm, uma torre redonda de oito andares decorada com uma imagem da Virgem Maria.

Siga depois em direção ao Castelo de Shattenburg, construído no séc. XIII e localizado no topo de uma montanha para servir de moradia aos Condes de Montfort. Atualmente abriga um museu de história local assim como um belo restaurante.

Venha Descobrir a Catedral de São Nicolau em Friburgo

Visite também a Catedral de São Nicolau. Este foi um belo templo românico que ficou grandemente danificado com um incêndio. Posteriormente, foi reconstruído no estilo gótico tardio, sendo a catedral gótica mais importante de Vorarlberg.

Feldkirch

Feldkirch é também conhecida pelos vários edifícios residenciais do séc. XIX, construídos pela burguesia da cidade. Nomeadamente, a Villa Cláudia, um edifício em art noveau vermelho assim como a Villa Getnzer, em arenito.

Se conseguir visite também as Ruínas de Tosters, que são as ruínas de um castelo, mandado construir também pela família Montfort, na colina de Schellenberg.

Dürnstein

Durnstein, localizada nas margens do Danúbio, é o destino perfeito para quem gosta de apreciar a beleza natural dos locais que visita. Aqui encontrará uma paisagem bela, criada pelos socalcos das magníficas vinhas assim como inúmeros monumentos de valor incalculável.

Glacier 3000

Breve história de Durnstein

Durnstein aparece mencionada pela primeira vez em 1192, logo após o Rei Ricardo I de Inglaterra ter sido mantido em cativeiro, por Leopold V, Duque da Áustria, no castelo da cidade. Séculos mais tarde, a cidade foi tomada pelos húngaros e posteriormente foi completamente devastada por um grande incêndio. E só por volta do início do séc. XX é que a cidade começou a ter algum desenvolvimento económico.

Mais tarde, no ano 2000 a cidade foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO.

5 localidades fora do roteiro na Áustria
Durnstein

O que visitar em Durnstein

Inicie a sua visite no Kremser Tor, um dos portões da cidade, localizado por baixo de uma torre quadrada, com quatro andares, que foi construído no séc. XV. Atualmente o edifício serve de residência.

Siga em direcção a um dos edifícios mais emblemáticos de Durnstein, a Câmara Municipal. Este é um edifício gótico tardio, que mais tarde foi reconstruído em estilo neoclássico. De destacar o seu pátio interno com uma magnífica escadaria.

Visite também a Igreja Kunigunden, que é a mais antiga igreja da cidade e foi dedicada à Santa Kunigunde, esposa do Imperador Henrich II. Foi construída em 1200, mas foi demolida em 1783, tendo sido restaurada apenas a torre e a sacristia. Bem próximo localiza-se o Karner, um edifício românico gótico, do séc. XIV, com uma cripta na cave. Este edifício localiza-se bem no centro do cemitério onde estão sepultados alguns dos que caíram na batalha de Loiben, em 1805.

Não deixe de ver também as ruínas do Castelo de Durnstein. Este castelo terá sido construído no séc. XII pelo povo de Kuering, tendo acabado por cair em decadência após ter sido explodido pelos suecos em 1645. Localizada acima das ruínas do Castelo está a Starhemberwarte, uma torre de observação de 10 metros de altura.

Ruínas do Castelo de Durnstein

Outra das atrações de destaque é a Abadia de Durnstein, um antigo mosteiro de Durnstein, conhecida pela sua bela e imponente torre azul, que se tornou o símbolo da Wachau.

Krems an der Donau 

Krems an der Donau é uma bonita cidade medieval à beira do Danúbio e do Vale do Wachau. Pela sua beleza inigualável foi nomeada pela UNESCO, em 1975 Cidade Modelo e mais tarde, em 2000 Património da Humanidade.

Breve história de Krems an der Donau

Krems an der Donau é uma das cidades mais antigas da Áustria, surgindo pela primeira vez nos registos em 995 com o nome de Chremisa. Durante alguns séculos a cidade era maior do que Viena. Inicialmente, Krems e Stein eram duas áreas de assentamento distintas mas com administração comum.

As cidades mais bonitas dos Alpes Suíços

No final da Guerra dos Trinta Anos Krems ficou sob o comando sueco mas um ano mais tarde, em 1646, foi reconquistada pelas tropas imperiais.

O que visitar em Krems an der Donau

Ao visitar Krems an der Donau encontrará a Stadtmauern, ou seja , as muralhas medievais que protegem a cidade. Nas muralhas encontrará a Pulverturm, uma bonita e grande torre construída em 1477, assim como a Steinertor, uma porta de 1480, ladeada por duas torres circulares, com uma torre sineira de estilo barroco.

Vá até à Kornermarket, uma praça de formato estranho com várias atrações importantes. Nomeadamente, a Coluna da Virgem, o Teatro Dominicano, o Museu Weinstadt assim como o Museu do Viticultura e Enologia.

Passeie na Obere Landstrasse, uma importante rua da cidade e aprecie os belos edifícios históricos, os vários monumentos e igrejas importantes de Krems an der Donau.

Visite também a Pfarrkirche St. Veit, uma bonita e imponente igreja de estilo barroco, onde encontrará diversas pinturas do artista famoso Kremser Schmit. Ou ainda a Frauenbergkirche Stein, que mais não é do que um memorial aos que caíram nas duas Grandes Guerras Mundiais. Mas se for amante das artes não deixe de visitar o Kunstmeile Krems, o único museu de caricaturas da Áustria.

Não deixe de ver também o Gozzoburg, um dos edifícios medievais mais importantes da Áustria e onde estão expostos vários afrescos seculares.

Como vê vários são os atrativos para visitar qualquer uma destas 5 encantadores localidades fora do roteiro na Áustria. Conhece a Áustria? Qual a sua opinião do país?

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

7 thoughts on “5 localidades fora do roteiro…Áustria
  1. Quantas cidades bacanas fora do roteiro para a gente visitar na Áustria! Muitas vezes focamos naquelas que são mais famosas e perdemos essas belezinhas né?? ameeeei Durnstein, deve ser um passeio e tanto.

  2. Adorei sua lista de localidades fora do roteiro para conhecer na Austria! Aconselha fazer bate volta a partir de Viena para conhecer alguma delas ou acha que o pernoite é mais interessante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.