Destinos Dicas Europa Portugal

Esquemas para enganar turistas em Portugal

Esquemas para enganar turistas

Em viagem é normal sermos confrontados com algumas situações em que de alguma forma nos tentam passar a perna e nos enganar. Até porque geralmente quando viajamos estamos mais vulneráveis a este tipo de situações, pois estamos fora da nossa zona de conforto. Assim, hoje vamos falar sobre alguns esquemas utilizados para enganar turistas em Portugal mas não só.

Veja quais os Motivos para visitar Portugal

A verdade é que é quase impossível saber quando se está a ser enganado. Contudo, é importante estar desperto para os esquemas que existem para que saiba o que fazer nessa situação.

Esquemas para enganar turistas: Táxis

Alguns dos esquemas mais comuns para enganar turista em Portugal são os utilizados pelos taxistas. Estes oferecem um valor fixo ao viajante, informando que fica mais barato ou dizendo que o taxímetro está avariado. Mas claro que muitos viajantes já estão desperto para este tipo de esquemas e não caem com tanta facilidade. Contudo, estes arranjaram outra forma de aumentar o custo da viagem, sem que o viajante normalmente se aperceba até porque à partida não conhece o local. Ou seja, acabam a fazer uma rota muito mais longa do que a necessária.

Táxi

Outra forma de enganar os turistas que atualmente é utilizada é sugerindo aos clientes que coloquem os seus pertences na bagageira do carro e só no fim de chegarem ao destino informam que a utilização da bagageira tem um custo.

Veja quais As 7 Maravilhas de Portugal

Esquemas para enganar turistas: Aluguer de carro

Os esquemas com alugueres de carro geralmente podem sair bem caro aos turistas. Para que tal não lhe aconteça leia muito bem todas as condições antes de efectuar a sua reserva.

Carro

Um dos exemplos comuns já aconteceu comigo quando visitei a Ilha da Madeira. Graças a Deus não caí no esquema mas facilmente poderia ter caído. Ao alugar o carro geralmente temos a opção de devolver o carro com o depósito cheio ou com o depósito vazio. O mais fácil seria devolvê-lo vazio, mas acredite que lhe ficará bem mais caro. Comigo na altura disseram-me que um depósito era suficiente para visitar toda a Ilha e que enchê-lo ficaria em determinado valor, que era o que eles exigiam se o entregasse vazio. Decidimos não ir na conversa e entregar o depósito cheio. A verdade é que para além de termos gasto pouco mais de meio depósito, o combustível estava mais barato do que eles disseram.

Venha Descobrir a Ilha da Madeira

Esquemas para enganar turistas: Restaurantes

Em Portugal um dos esquemas em que mais facilmente os turistas caem é nos restaurantes. Geralmente, quando estes se sentam o empregado vem logo colocar entradas nas mesas sem que ninguém tenha pedido nada. Saiba que essas entradas são pagas e muitas vezes independentemente se as tenha comido ou não. Assim, se não quiser entradas diga logo ao empregado e não deixe que este as coloque na mesa.

Veja quais Os melhores petiscos portugueses

Evite também comer em locais que tem empregados à porta a chamar os clientes. Geralmente, estes restaurantes não são os mais aconselhados. Seja por fraca qualidade, seja por preço acima da média.

esquemas para enganar turistas em Portugal

Outro dos esquemas comuns nos restaurantes portugueses e que à pouco tempo tiveram bastante atenção dos media, é a sugestão de pratos que não estão na carta, por parte dos empregados e que depois são surpreendidos com contas exorbitantes.

Esquemas para enganar turistas: Lojas

Em Portugal, os vendedores têm de declarar todo o tipo de vendas que fazem. Contudo, sempre que podem gostam de fugir às responsabilidades. Assim, são os turistas os seus alvos mais fáceis, até porque estes não estão cientes das obrigações dos vendedores.

Um exemplo de possível esquema, não propriamente para enganar turistas mas sim o Estado Português, é a loja só aceitar dinheiro e não cartão. Assim, para além de não pagarem comissão ao banco por cada venda feita existe também a possibilidade de não querer declarar a venda.

Veja quais os  Destinos económicos para visitar na Europa

Outro exemplo e forma de não declarar a venda é não passando fatura. Todos os vendedores são obrigados por lei a perguntar aos seus clientes se querem fatura com número de contribuinte. Contudo, números contribuintes estrangeiros não são válidos para a emissão de fatura em Portugal.

Esquemas para enganar turistas: Oferecer objectos

Esta é a típica situação é que chegam junto do turista e praticamente colocam na mão deste um determinado objecto, seja uma pulseira no pulso, um chapéu na cabeça ou uma flor. E no fim de já ter esse dito objecto na mão é obrigado a pagar por ele pois já lhe tocou. Se o turista se recusar a pagar, o burlão começará a falar alto e a dizer que tem que pagar, de forma que a pessoa se sinta constrangida e pague.

Veneza
Nós na Praça de São Marcos com a rosa

Este tipo de golpe não é apenas comum em Portugal, tendo-me já acontecido em Veneza, em plena Praça de São Marcos, durante a minha lua de mel. Mas esta situação em Veneza acabou por me despertar para este tipo de golpes, tendo já sofrido outras tentativas das quais me precavi.

Um dia em…Veneza – San Marco

Esquemas para enganar turistas: Casas de férias

Este esquema tem surgido com maior frequência nos últimos anos e principalmente durante o Verão. Os turistas arrendam casas de férias, adiantando dinheiro para pagar a reserva ou mesmo a totalidade da estadia. Contudo, o dito senhorio não possui as casas e o turista fica sem o dinheiro e sem o local para passar as férias. Seja porque a casa simplesmente não existe ou pertence a outra pessoa que desconhece a situação.

Esquemas para enganar turistas: Carteiristas

Outro exemplo de esquemas para enganar turistas em Portugal e no Mundo são os famosos carteristas, geralmente localizados nos principais pontos turísticos das cidades e ainda nos transportes públicos.

E para além dos carteiristas portugueses, sabe-se que já existem redes de carteiristas a atuar em Portugal de outras nacionalidades e com outros métodos de furto. Recentemente foram presos três polacos com residência em Espanha e que atuavam na zona do Porto e de Lisboa. Estes deslocavam-se a Portugal especificamente para cometer os crimes.

Esquemas para enganar turistas em Portugal

Como atuar em caso de ter sofrido um esquema para enganar turistas em Portugal

Uma das formas de atuar no caso de ter sofrido um esquema para enganar turistas é dirigindo-se à esquadra mais próxima, para apresentar queixa. O mais certo é não recuperar o que lhe foi roubado, no caso de um carteiristas, mas assim poderá ser reembolsado pelo seu seguro.

Veja os Motivos para fazer um seguro de viagem

Por outro lado, caso precise de fazer queixa de um estabelecimento a forma que o deve fazer é no próprio local exigir o Livro de Reclamações, pois todas as empresas são obrigadas a tê-lo.

Outros esquemas e golpes ao redor do mundo

Beda 2022
Artes por Joyce

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

8 thoughts on “Esquemas para enganar turistas em Portugal
  1. Sempre bom relembrar essas dicas de ouro para qualquer viajante. Fico sempre com muita raiva desse golpe das entradas nos restaurantes… eles quase sempre conseguem colocar sem que a gente perceba 🙂 e não adianta querer que eles levem embora depois rsrs

  2. Você me fez lembrar que já caímos no golpe da casa de férias no Brasil, além dos nove que já contamos no blog, temos mais esse para a conta! Fiquei um pouco impressionada com o golpe dos restaurantes. Vivendo na Itália, não estamos mais acostumados a pagar pelos pãezinhos que colocam na mesa, mas é verdade que isso acontece também no Brasil em alguns restaurantes. Uma pena que as pessoas se aproveitam do momento de lazer e férias dos outros para acabar levando vantagens. Obrigada por compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.