América Destinos Dicas

5 localidades fora do roteiro…Cuba

localidades fora do roteiro em cuba

Geralmente Cuba surge associado a Fidel Castro, ao comunismo e aos charutos. Mas a verdade é que Cuba é muito mais do que isso, tendo um sol maravilhoso, praias lindíssimas, florestas respladencentes e uma arquitectura colonial única.

Esta bela ilha localizada nas Caraíbas é bem diferente de qualquer outra ilha da região sendo capaz de surpreender, encantar e ao mesmo tempo desafiar qualquer um que a visite. Existem imensas localidades que merecem ser visitadas, assim decidimos trazer-vos uma lista de localidades fora do roteiro em Cuba.

Leia também 5 localidades fora do roteiro…EUA

Pinar del Rio

Pinar del Rio, que significa Pinhal do Rio, é a capital da Província com o mesmo nome, sendo conhecida como a Meca do Tabaco. Aparentemente mais simples do que outras cidades mais turísticas, Pinar del Rio é absolutamente encantadora, merecendo o seu lugar nas localidades fora do roteiro em Cuba.

Breve História de Pinar del Rio

No século XVIII uma vaga de cultivadores de tabaco itinerantes estabeleceram-se na região, para assim evitar o monopólio do comércio por parte do governo. Por essa altura os produtores de café também começaram a fazer as suas plantações nas colinas da região.

localidades fora do roteiro
Pinar del Rio (Imagem de Christian Klein por Pixabay)

Mas Pinar del Rio apenas foi fundada pelos espanhóis em 1867. Inicialmente foi batizada de Nueva Filipinas, uma vez que foi habitada por um grupo de trabalhadores vindos das Filipinas para trabalhar nas plantações de tabaco.

Posteriormente, em 1774 acabou por ser rebatizada como Pinar del Rio, devido ao elevado número de grandes pinheiros aglomerados ao lado do Rio Guama. Em meados do século XIX a região desenvolveu consideravelmente, levando à abertura de rotas marítimas e desenvolvimento dos caminhos de ferro.

O que ver em Pinar del Rio

Ao visitar Pinar del Rio não deixe de entrar na Catedral de San Rosendo, edificada em 1883. Esta austera e imponente catedral é um templo neoclássico com alguns elementos de barroco. Na sua fachada é possível ver a imagem de São Pedro e São Paulo.

Catedral de Pinar del Rio
Catedral de Pinal del Rio – By Mmoyaq – Own work, CC BY-SA 3.0

Mas os dois edifícios mais emblemáticos da cidade são o Teatro José Jacinto Milanés e o Palácio Guasch. O primeiro é um belo edifício neoclássico, do início do século XIX. É um dos oito grandes teatros construídos na Era Colonial. Já o Palácio Guasch é um magnífico edifício do início do século XX, que abriga o não menos magnífico Museu de Ciências Naturais. Este museu alberga uma das coleções mais impressionantes da fauna e da flora de Cuba.

Outro museu que não poderá deixar de visitar é o Museu Provincial de Historia de Pinar del Río. Ali encontrará várias exposições, gravuras e fotografias, onde é possível ver o desenvolvimento da cidade desde o colonismo espanhol. Assim como uma coleção de objectos pessoais de Enrique Jorrin, inventor do cha-cha-cha e nascido na cidade. Visite também o Teatro José Jacinto Milanés, datado de 1838 e totalmente construído em madeira.

Se tiver tempo visite o Museu Antonio Guiteras Holmes. Este foi um herói local, que lutou na batalha que derrubou o ditador Gerardo Machado. O espólio do museu engloba vários documentos históricos com dados importantes sobre a região, assim como vários objectos utilizados na dita batalha.

Vá à Plantação de Tabaco Alejandro Robaina, criada em 1845 e onde são produzidos os famosos charutos Vega Robaina. É possível assistir todo o processo de fabricação assim como a forma de trabalhar dos guajiros, camponeses cubanos e ainda provar os famosos charutos.

Por fim, vá à Fábrica de Rum Casa Garay, uma destilaria artesanal de rum, onde se produz o famoso rum Guayabita del Pinar. Poderá fazer uma visita guiada ao local com posterior degustação desta deliciosa bebida.

Soroa

Soroa, conhecida como o Arco-Íris de Cuba, pois possui uma vegetação colorida e exuberante, com árvores altas e belíssimas orquídeas. A localidade situa-se nos limites montanhosos da Serra do Rosário e é um sítio natural protegido pela UNESCO.

Breve história de Soroa

O nome Soroa tem origem no nome dos irmãos espanhóis Lorenzo e Antonio Soroa, que chegaram à região por volta de 1856 e adquiriram várias plantações de café da zona. Mas depressa outros comerciantes importantes foram chegando a este paraíso e se estabelecendo.

No início do século XX, um imigrante das Ilhas Canárias, Tomás Filipe Camacho, após a morte da sua esposa e da sua filha, decide criar um magnífico jardim de Orquídeas. Este passou a colher e cultivar as flores que a sua esposa tanto gostava, viajando inclusive por todo mundo à procura de exemplares raros para acrescentar à coleção.

O que ver em Soroa

A principal atração de Soroa é o seu Jardim das Orquídeas. Este é um jardim botânico, localizado dentro do Parque Natural de Soroa, com mais de 35000 metros quadrados. Ali encontrará orquídeas de todos os cantos do mundo, incluindo espécies protegidas mas também outras espécies tropicais.

localidades fora do roteiro em Cuba
Jardim das Orquídeas

Vá até ao Salto del Arco-Íris, uma cascata de 22 metros de altura, formando uma piscina. Aproveite e tome banho na piscina rodeado por uma paisagem encantadora de palmeiras e outras espécies tropicais. Bem próximo encontrará os Banhos Romanos, outras piscinas conhecidas pelas suas águas sulfurosas e belos serviços de massagens.

Se quer desfrutar das melhores paisagens de Soroa vá então até ao Castelo das Nuvens. Este é uma construção de inspiração medieval, localizado no topo de El-Fuerte. Construído em 1940 por Antonio Arturo Sanchez Bustamante, funciona como um hotel e restaurante.

Se tiver tempo não deixe de fazer o Sendero de Las Ruinas de Cafetales Franceses, um percurso através das ruínas das antigas plantações de cafés.

Camaguey

Casa de nomes famosos como Ignacio Agramonte, Nicolás Guillén e Dr. Carlos Finlay, Camaguey é uma bela cidade repleta de ruas estreitas e labirínticas, que nos conduzem a magníficos recantos escondidos. Dado o seu encanto merece estar na nossa lista de localidades fora do roteiro em Cuba.

Breve História de Camaguey

Camaguey foi fundada em 1514 como Santa Maria del Puerto Príncipe, uma das seis primeiras colónias de Cuba. Durante alguns anos, a cidade foi mudando de local, devido às constantes rebeliões. Fixou-se na localização actual em 1528. Mas só em 1903 recebeu definitivamente o nome de Camaguey, como resultado da independência de Espanha.

Camaguey
Camaguey

Caracterizada pelas suas extensas planícies foi-se desenvolvendo devido à forte actividade pecuária e mais tarde à indústria do açúcar.

O que ver em Canaguey

Camaguey é extremamente conhecida pelas suas magníficas igrejas barrocas. Assim, é fácil perceber que a maioria das atrações a ver na cidade serão os templos católicos.

localidades fora do roteiro em Cuba
Camaguey com uma das igrejas em primeiro plano ( By Danleo – Own work, CC BY 2.5)

Comece a sua visita pela Catedral de Nossa Senhora da Candelaria, o edifício mais antigo da cidade. Dedicado à padroeira de Camaguey, foi completamente restaurado em 1998, com fundos angariados quando o Papa João Paulo II visitou a cidade.

Ao dirigir-se à principal praça da cidade, a Praça dos Trabalhadores, encontrará a Igreja de Nossa Senhora das Mercês. Esta é uma impressionante igreja colonial, construída em 1748, sendo uma das mais importantes igrejas da cidade.

Vá até à Praça del Carmen, considerada a mais bonita e menos visitada praça de Camaguey. Lá encontrará vários tinajones (pote de barro característico de Camaguey), esculturas assim como a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Esta bela igreja barroca destaca-se por ser a única igreja da cidade com duas torres.

Mas não pense que só existem igrejas em Camaguey. Outra das atracões que não pode deixar de visitar é a Praça e o Museu de São João de Deus. A praça é um dos locais mais característicos da cidade, sendo a única que mantém os traços originais dos edifícios. Já o Museu, localizado no antigo Convento-Hospital de São João de Deus, alberga vários elementos da história de Camaguey assim como várias pinturas da localidade.

Em Camaguey perceberá que existem vários museus dedicados às personalidades da terra. Como por exemplo, a Casa-Museu de Ignacio Agramonte, a Casa-Museu de Carlos Finlay e ainda a Casa-Museu de Nicolás Guillén.

Matanzas

Matanzas é uma bonita cidade de Cuba, conhecida pelo seu magnífico folclore afro-cubano assim como pelas suas famosas ponte, que atravessam os três rios que banham a cidade. Como tal, não poderia ficar de fora da nossa lista de localidades fora do roteiro em Cuba.

Breve História de Matanzas

Matanzas foi fundada em 1693, como São Carlos e São Severino de Matanzas. O nome surgiu após ter saído um decreto real, que decretou que a baía e o porto de Matanzas fosse colonizado por 30 famílias, vindas das Ilhas Canárias.

A localidade acabou por ter uma grande desenvolvimento na era colonial, devido às plantações de açúcar. Mas isso também fez com que a região fosse habitada por um grande número de escravos, necessários nas ditas plantações.

O seu nome Matanzas significa matança e faz alusão ao um massacre realizado no porto da cidade, quando 30 soldados pediram ajuda aos pescadores nativos para que os ajudassem a passar um dos rios. Quando estava a meio do rio os pescadores decidiram virar o barco dos soldados, tendo estes morridos afogados.

O que ver em Matanzas

Inicie a sua visita pela Praça da Vigia, a primeira praça de armas da cidade de Matanzas. Fundada em 1693, foi o ponto inicial da cidade e a partir da onde esta se foi desenvolvendo e onde se localizam alguns dos mais importantes edifícios da cidade. Como por exemplo, o Teatro Sauto, um dos três teatros clássicos de Cuba. Projectado e construído, em 1863, pelo arquitecto italiano Diego Dell Aglio. De arquitectura neoclássica, é um imponente edifício repleto de magníficas estátuas gregas. Ou ainda o Palácio Junco, um belo edifício azul do século XIX, que alberga o Museu da História Provincial.

Matanzas
Teatro Sauto

Se gosta de visitar museus não deixe de ir ao Museu de Farmácia, localizado junto ao Parque da Liberdade e fundado em 1882 por Ernesto Triolett, como farmácia. Mas em 1964 foi convertido em museu, albergando numerosas peças originais de equipamento químico. Ou seja, ao visitar o Museu de Farmácia terá a possibilidade de ver como era o antigo boticário francês do século XIX

Visite também o Museu Nacional da Rota dos Escravos. Este museu foi instalado, em 2009, no Castelo de São Severino, tem como objectivo de mostrar aos seus visitantes os horrores da escravidão, evitando que tais horrores caiam no esquecimento.

Outra importante atração de Matanzas é a Catedral São Carlos Borromeo, localizada no Parque Milanés. Esta demorou cerca de 42 anos a ser construída, mas acabou por se tornar um dos símbolos do ecletismo cubano do século XIX.

A Igreja de Monserrate é outro templo religioso que merece ser visitado. Esta bela igreja é um dos maiores exemplos da arquitectura colonial cubana. Edificada em 1875, foi construída por colonos catalães.

Se por outro lado, procura as belas praias cubanas, não deixe de ir à Praia Coral. Esta é uma praia praticamente deserta, que se caracteriza pela areia coralina rosada e no seu recife de coral, quase com 2 km de extensão.

Ciego de Ávila

Ciego de Ávila é uma localidade de contrastes, pois se por um lado possui inúmeros lugares modernos, por outro ainda mantém a arquitectura colonial, tão característica em Cuba. O que a torna o local perfeito para uma visita, estando assim incluída na nossa lista de localidades fora do roteiro em Cuba.

Breve história de Ciego de Ávila

Ciego de Ávila foi fundada em 1840, mas apenas ficou conhecida quando os espanhóis construiram uma linha militar fortificada, a Trocha de Júcaro a Morón, para impedir a passagem de insurgentes durante a 1º Guerra da Independência, a famosa Guerra dos Dez Anos.

As principais fontes de renda da região foram a pecuária e a agricultura, até meados do século XIX, quando surgiram as plantações de açúcar.

O que ver em Ciego de Ávila

Ao visitar Ciego de Ávila não deixe de ir ao Parque Marti, um belíssimo parque colonial. Inicialmente foi projectado em homenagem ao Rei Alfonso XII mas mais tarde foi rebatizado com o nome do herói e mártir cubano, José Martí.

Perca-se pelas ruas de Ciego de Ávila e vá até ao Boulevard, uma rua moderna com grande valor patrimonial. Ali encontrará edifícios belíssimos de arquitectura eclética, vários alpendres e colunas neoclássicas assim como uma grande variedade de restaurantes, cafés e lojas.

Visite também a Catedral de São Eugénio de La Palma, projectada pelo arquitecto Salvador Figueras. Foi inaugurada em 1951 no local onde existiu em tempos outro templo mais modesto.

Catedral de Ciego de Ávila
Catedral de Ciego de Ávila – De Elvis Tanda – Trabajo propio, CC0,

Se gosta de museus recomendamos que vá ao Museu de Artes Decorativas, localizado num edifício monumental, que é uma das mais elegantes construções da arquitectura eclética de Ciego de Ávila. O acervo do museu engloba peças de épocas anteriores, assim como alguns relógios de bolso e camas com magníficos baldaquinos.

Outro museu que recomendamos é o Museu Provincial Simón Reyes, considerado o melhor museu municipal de Cuba. Inaugurado em 1983, destaca-se pela sua arquitectura colonial do século XIX. No local encontrará várias exposições maravilhosas, um modelo à escala da La Troncha assim como várias informações sobre a cultura e religião afro-cubanas e ainda explicações das festas tradicionais da provincia.

Visite também o belíssimo Parque da Cidade, uma área de lazer para a população local e para os seus visitantes. Lá encontrará o lago artificial La Turbina, onde poderá dar um passeio de bote. Mas também deverá passear pelos jardins e ver as várias atrações por ali espalhadas.

Cuba é de facto um local incrível com inúmeras regiões que merecem ser visitadas. Assim, espero que tenham gostado da nossa lista de locais fora do roteiro em Cuba. Já visitaram alguns destes locais? O que acharam?

Beda 2022
Artes por Joyce

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

One thought on “5 localidades fora do roteiro…Cuba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.