Destinos Dicas Europa Suiça

5 localidades fora do roteiro…Suíça

Schaffhausen

A Suíça é um dos países mais fascinantes da Europa. A terra do chocolate e do fondue, o país da neve e dos lagos, capital mundial do esqui são alguns dos nomes pelo qual é conhecida. É um país com uma diversidade cultural gigante, que possui 4 línguas oficiais e um sem número de locais que merecem a sua visita. Mas nem só de grandes cidades é feito este pais. Assim decidimos dar-vos a conhecer 5 localidades fora do roteiro na Suíça que vale muito a pena conhecer.

Viagens gastronómicas: os melhores destinos para os amantes de queijo

Localidades fora do roteiro na Suíça: Ascona

Ascona, localizada a 196 metros acima do nível do mar , é a cidade mais baixa da Suíça. Situada na costa norte do Lago Maggiore, quase na fronteira com a Itália, esta é conhecida pelo seu magnífico e colorido centro histórico e pelo seu clima ameno.

As cidades mais bonitas dos Alpes Suíços

Breve história de Ascona

Acredita-se que a região de Ascona começou a ser habitada por altura da Idade do Bronze. Existem também inúmeros vestígios da época romana, nomeadamente uma necrópole, com cerca de 38 túmulos. Mas terá sido durante a Idade Média que Ascona se terá desenvolvido, quando a sua história fica intimamente ligada à da sua vizinha Locarno. Por essa altura, vários membros das famílias Locarno de Castelletto, Orellii e Muralto assim como membros das famílias milanesas de Carcani e Griglioni se estabelecem em Ascona, onde construem os seus castelos, que acabam a proteger a região.

localidades fora do roteiro na Suíça
Centro histórico de Ascona

Por volta do século XVII, Ascona estabelece-se como cidade independente. E mais tarde, já durante o século XX, o Monte Veritá acolhe uma colónia, fundada pela pianista alemã Ida Hofman, cujas ideologias eram o retorno à Natureza. Esta colónia acabou a atrair inúmeras celebridades de todas as partes do mundo, nomeadamente Carl Jung, Hugo Ball, Isadora Duncan, Paul Klee, Mary Wigman, entre outros.

O que ver em Ascona

Ascona é conhecida como a “cidade Lacustre mais perfeita do mundo”, sendo um verdadeiro paraíso para quem a visita. Assim, ao visitar o local não deixe de deambular pelo seu bonito centro histórico e deslumbrar-se com o que encontrará por lá.

A Igreja de São Pedro e São Paulo é um dos locais a não perder, assim como a Igreja de Santa Maria da Misericórdia. A primeira é uma basílica que remonta ao século XVI e cuja torre sineira é o principal símbolo da cidade. Já a segunda é um edifício tardo-gótico do século XIV.

Centro histórico de Ascona com torre sineira da Igreja de São Pedro e São Paulo
Centro histórico de Ascona com torre sineira da Igreja de São Pedro e São Paulo

Outro local a não perder é o Collegio Papio, construído no século XVI para servir de colégio jesuíta e onde se destacam o pátio renascentista e um relevo do século XVII, na entrada norte.

Se gosta de museus não perca o Museu de Arte Moderna, localizado num bonito palácio do século XVI e que abriga uma belíssima coleção de arte municipal doada por vários artistas residentes em Ascona. Outro a não perder é o Museu Casa Anatta, que abriga duas belas exposições de extrema relevância para a história artística e cultural do Cantão do Ticino, o Monte Veritá.

Visite ainda o histórico Castelo San Materno, localizado na entrada de Ascona, que abriga desde 2014 a coleção de arte da Fundação cultural Kurt e Barbara Alten.

Localidades fora do roteiro na Suíça: Montreux

Montreux é uma bonita cidade suíça, localizada nas margens do Lago Léman. Conhecida como “a capital da Riviera de Vaud”, esta pequena cidade encontra-se rodeada por vinhedos e tem como pano de fundo os Alpes.

Um dia em…Montreux

Breve história de Montreux

Localizada na bifurcação da estrada romana que vinha de Itália, Montreux teve o seu assentamento mais antigo na Idade do Bronze. Mas terá sido durante o Império Romano que teve o seu assentamento mais importante. Já no século XII a região tornou-se uma importante região vitivinícola e nos séculos seguintes esteve sob o jugo de várias casas, nomeadamente a Casa de Sabóia. Tendo sido esta que acabou a unificar o território e a formar o Cantão de Vaud. Posteriormente, ficaram sob o domínio de Berna e só no século XVIII Napoleão os libertou desse domínio.

localidades fora do roteiro na Suíça
Lago Léman em Montreux

Mais tarde, já no século XIX, o turismo tornou-se um importante canal comercial de Montreux, fazendo com que abrissem grandes e luxuosos hotéis na cidade, que acabaram a atrair as pessoas mais influentes da Europa e da América para a região.

O que ver em Montreux

Ao visitar montreux não deixe de caminhar na bonita e florida promenade do Lago Léman, o Chemin Fleuri (caminho florido). Este possui cerca de 11 quilómetros, sempre decorada com flores e árvores do mundo inteiro. Por ali encontrará também uma estátua de bronze, em homenagem a Freddie Mercury, que morava num apartamento perto.

Visite ainda o Museu Queen The Studio Experience, um antigo estúdio de gravação transformado num museu com uma exposição permanente de homenagem ao grupo britânico Queen, proprietários do estúdio.

Um dos locais mais bonitos de Montreux é o Château de Chillon. Esta é uma fortaleza do século X e a mais famosa da Suíça. Localizada à beira do Lago Léman é uma das mais bonitas construções de todo o país.

Um dia em Montreux - Château de Chillon
Château de Chillon

Se é fã de chocolates não deixe de visitar a famosa fábrica de chocolates Cailler, onde terá uma visita guiada audiovisual interativa pela história desta famosa marca de chocolates e onde terá também a oportunidade de fazer as suas próprias criações.

Viagens gastronómicas: os melhores destinos para os amantes de chocolate

Localidades fora do roteiro na Suíça: Murten

Murten ou Morat é uma bonita cidade medieval situada entre Berna e Lausanne. Localizada às margens do Lago Murtensee, esta pequena cidade pertence ao cantão de Friburgo. O seu nome deriva da palavra celta moriduno que significa “fortaleza à beira do lago”.

Um dia em…Lausanne

Breve história de Murten

A cidade de Murten foi fundada em 1170, pelo duque Berthold IV de Zahringe e bispo de Lausanne. Esta é mencionada a primeira vez como cidade em 1238. Logo a seguir fica sob o domínio do conde Pedro de Sabóia, tendo depois passado pelas mãos da Casa de Habsburgo e do Rei Alberto I da Alemanha e voltado novamente para as mãos dos Sabóia. Durante todo esse tempo a cidade foi desenvolvendo relações com as cidades suíças vizinhas, tendo chegado a fazer tratados tanto com Friburgo como com Berna.

localidades fora do roteiro na Suíça
Paisagem de Murten

Mais tarde, durante o ano de 1476 deu-se a Batalha de Morat. Esta foi uma das Batalhas da Guerra da Borgonha, onde a cidade esteve debaixo de fogo durante 13 dias, tendo sido salva pelo exército da cidade de Berna. Desde 1484 e durante cerca de 300 anos Murten foi governada por dois cantões, o de Berna e o de Friburgo. Só em 1803, através da Lei de Mediação ficou definitivamente a pertencer ao Cantão de Friburgo.

Passeios Gratuitos em Friburgo na Suíça

O que ver em Murten

Inicie a sua visita no Berntor, o portão de Berna e porta de entrada para a cidade. O atual portão é do século XVIII e faz parte da muralha que cerca a cidade. Depois de passar por este belo exemplar encontrará a rua principal de Murten. Já as muralhas da cidade são a principal atração da cidade e ao caminhar ao longo desta terá uma vista magnífica de Murten.

Caminhe pela famosa Rathausgasse, conhecida por ter sido o local onde em 1866 foi morto um elefante com um tiro de canhão, após ter fugido do circo. Ao fundo desta rua encontrará o bonito castelo medieval, que atualmente funciona como câmara municipal e como esquadra de polícia. Mesmo ao lado do castelo encontrará a Lindensaal, uma bonita praça com um miradouro que lhe oferece belas paisagens sobre o lago.

Murten com castelo ao fundo
Murten com castelo ao fundo

Se gostar de templos religiosos não deixe de visitar a Igreja francesa, com um pequeno pátio e uma vista privilegiada sobre o lago assim como a Igreja alemã, que faz parte da muralha e onde poderá aceder à mesma.

Para os que gostam de visitar museus aconselhamos o Museu Murten, localizado no antigo moinho da cidade, onde saberá um pouco mais sobre a história da cidade.

Localidades fora do roteiro na Suíça: Schaffhausen

Localizada na fronteira com a Alemanha, Schauffhausen é uma bonita cidade medieval, banhada pelo Rio Reno e rodeada de vinhas intermináveis, florestas densas e as colinas do Randen.

Breve história de Schaffhausen

Schauffhausen tem a sua origem ligada ao Rio Reno assim como às cascatas de Rheunfall. Os primeiros assentamentos surgem nesta região na Idade Média, por volta de 1045, quando os navegadores precisavam de atracar ali os seus barcos e descarregar as suas mercadorias, pois os navios não atravessavam as cascatas. Anos mais tarde, os Condes de Nellenburg fundam o mosteiro beneditino de Todos os Santos, que acabou por se tornar o centro da cidade. No final do século XII tornou-se uma cidade imperial livre mas acabou por passar para as mãos dos Habsburgos e só voltou a ser uma cidade livre em 1418.

localidades fora do roteiro na Suíça
Cascatas de Rheinfall

Em 1944 a cidade de Schauffhausen sofreu um bombardeio das Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos, que por erro de navegação se desviaram do espaço aéreo alemão.

O que ver em Schaffhausen

O centro histórico de Schauffhausen é um dos centros históricos mais bonitos da Suíça, com inúmeros edifícios renascentistas, decorados com belíssimos afrescos e esculturas no exterior. Por isso deambule pelo magnífico centro histórico e deslumbre-se com a beleza do local.

Inicie a sua visite na Fronwagplatz, a principal praça da cidade, e local para onde eram levadas as mercadorias descarregadas dos navios. Ali, além de vários cafés e lojas encontrará o famoso relógio astronómico assim como duas fontes de água bem ornamentadas. A primeira das fontes é a Metzgerbrunnen, com um soldado com espada e escudo com o brasão da cidade e a segunda é a Mohrenbrunnen, fonte que representa a prosperidade de Schaffhausen.

Descobrir as Fontes de Friburgo

Visite a Fortaleza de Munot, um dos principais símbolos da cidade, construída entre 1564 e 1589. O seu sino toca todas as noites pelas 21 horas.

Fortaleza de Munot
Fortaleza de Munot

Outro dos locais a não perder é a Haus zum ritter, Casa do Cavaleiro. Este é o edifício mais bonito da cidade, cuja fachada exterior é composta por um dos afrescos renascentistas dos Alpes. Os afrescos originais do edifício estão no Museu de Todos os Santos, localizado no mosteiro beneditino. Faz parte do complexo museológico a Catedral de Schaffhausen. Esta é uma basílica beneditina, construída em 1100 no estilo românico.

Por fim, não deixe de ir às bonitas cascatas do Rio Reno e deslumbrar-se com o cenário maravilhoso que encontrará.

Localidades fora do roteiro na Suíça: Grindelwald

A vila de Grindelwald é uma bonita vila suíça, localizada no cantão de Berna, onde se alia charme e tranquilidade com aventura e adrenalina. Considerada a porta de entrada da região alpina de Bernese Oberland é essencialmente procurada pelos amantes de desportos de Inverno.

Breve história de Grindelwald

Os vestígios mais antigos da região de Grindelwald provém da época neolítica. Mas Grindelwald foi mencionada pela primeira vez apenas em 1146 e na altura como Grindelwalt. Foi nesse ano que o Rei Conrado III concedeu várias propriedades da região ao Mosteiro de Interlaken. Mas foi a partir do século XIII que o Mosteiro começou a comprar direitos e terras em Grindelwald e começou a forçar os nobres que ali viviam a sair do vale. E com o tempo conseguiu exercer o seu poder sobre os aldeões para que estes atacassem Unterwalden e promovessem as ambições políticas do Abade. E durante algum tempo a região viu-se em constante guerras com o poder eclesiástico. Em 1892 grande parte da vila ficou destruída por um incêndio, que surgiu após um grande período de seca, seguido por uma violenta tempestade.

Grindelwald
Grindelwald

O turismo surgiu em Grindelwald já no final do século XVIII mais tarde tornou-se o primeiro resort de Bernese Oberland, com imensas atrações para os amantes dos desportos de inverno.

O que ver em Grindelwald

Grindelwald é uma pequena vila alpina que oferece várias atrações e possibilidades de passeios o ano inteiro. Assim, ao visitar o local não deixe de caminhar pela Dorfstrasse, a principal rua de Grindelwald, onde poderá aproveitar para fazer as suas compras. Visite também a Reformierte Kirche, a principal igreja da vila. Apesar de não ser absolutamente impressionante, a verdade é que toda a moldura em volta faz com que valha a pena a visita.

Reformierte Kirche,
Reformierte Kirche

Por outro lado, não pode deixar de aproveitar a beleza natural do local. Assim, não deixe de se deslumbrar e fotografar a Montanha Eiger, uma das mais impressionantes montanhas da cadeia dos alpes da Suíça. Suba até à Montanha First e conheça um dos lagos mais impressionantes da Suíça, o Lago Bachalpsee. Além disso poderá ainda fazer várias trilhas a pé ou de bicicleta assim como fazer tirolesa ou caminhar sobre uma plataforma suspensa, a First Cliff Walk.

Por fim, outro passeio a não perder é o Glacier Canyon, onde poderá visitar um canyon caminhando tranquilamente entre túneis e plataformas de madeira. É um passeio de tirar o fôlego.

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

2 thoughts on “5 localidades fora do roteiro…Suíça

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.