Atracções Destinos Europa Itália Monumento

Ponte Vecchio, a ponte dourada de Florença

Florença

A Ponte Vecchio (Ponte Velha) é uma das pontes mais antigas e famosas do mundo. Localizada em Florença esta bonita e peculiar ponte é o simbolismo do romantismo que inunda a cidade italiana. Este belo cartão postal de Florença tornou-se um marco da cidade e como tal hoje falaremos um pouco mais sobre a mesma.

Descubra as Jóias escondidas de Florença: atrações menos conhecidas

História da Ponte Vecchio

A Ponte Vecchio foi construída entre 1339 e 1345, no local de uma antiga ponte romana que datava dos meados do século I a.C.. Essa ponte, da época romana era feita de madeira e pedra, tendo sido reconstruída inúmeras vezes, devido às constantes destruições provocadas pelas cheias do Rio Arno.

Descubra quais Passeios gratuitos em Florença

A atual ponte foi construída segundo um projeto ou de Taddeo Gaddi, aluno de Giotto ou de Neri di Fioravanti, arquiteto da República Florentina. Composta por três arcos com cerca de 18 metros, inicialmente possuía quatro edifícios nas extremidades, com uma grande praça central. Dos quatro edifícios saíam dois pórticos de pedra cobertos. Com o passar dos anos estes pórticos foram dando lugar a diversas lojas.

Eu a passear na Ponte Vecchio
Eu a passear na Ponte Vecchio

Por volta do ano de 1442 estas lojas passaram a ser destinadas ao uso da mercearias, talhos, peixarias e cortiçarias de forma a resguardar a Saúde Pública e isolar as habitações do centro da cidade dos odores desagradáveis. Pois assim, os comerciantes deitariam os seus resíduos diretamente nas águas do rio Arno sem precisar de dar a volta à cidade. Desta modo, a ponte acabou por se tornar um mercado. Já em 1495 diversas destas lojas acabaram vendidas pelo município a particulares e estes foram fazendo alterações nas lojas, levando a ponte à sua configuração atual.

A Ponte Vecchio

A Ponte Vecchio é uma ponte que atravessa o Rio Arno, conetando a Via Por Santa Maria à Via de’Guicciardini. Além de atravessar o rio esta ponte é ainda composta por um conjunto de lojas que ali se estabeleceram desde o século XIV. Ao visitar a ponte perceberá que além das bonitas vitrines também poderá encontrar vários animadores de rua, como por exemplo músicos e pintores.

Edifícios

A Ponte Vecchio possui por várias lojas e bancas, sendo na sua maioria ourivesarias e joalharias que estão abertas há vários séculos, sendo negócios de família de várias gerações. Mas além desta lojas seculares existem outros edifícios e elementos que merecem ser mencionados.

Veja o que fazer em Florença com crianças: top 10

Corredor de Giorgio Vasari

Em meados do século XVI Giorgio Vasari construiu o bonito Corredor de Vasari, para servir o Grão-Duque Cosimo I de’ Medici. Este, localizado acima da Ponte Vecchio, tinha como objetivo ligar o centro político e administrativo do Palazzo Vecchio à casa privada dos Medici, o Palazzo Pitti. Assim, a família Medici poderia passear livremente sem ter que passar pelo centro da cidade, até porque não eram muito populares entre o povo. O Corredor Vasariano inicia-se no Palazzo Vecchio, chega à Ponte e sobrepõe-se sobre as lojas, contorna a Torre Manneli e continua pela Via Guicciardini até chegar ao Jardim Boboli a ao Palazzo Pitti.

Uma das áreas do Corredor Vasari
Uma das áreas do Corredor Vasari

O corredor suspenso acabou por ser bastante útil após os bombardeamentos da II Guerra Mundial, pois a Ponte Vecchio foi a única ponte a não ser bombardeada. Consequentemente o Corredor de Vasari também se manteve de pé, fazendo com que o este fosse o único modo de atravessar a cidade.

Quatro Torres

Nos quatro cantos da Ponte Vecchio existiam quatro torres que permitiam controlar o acesso à entrada da mesma. A Torre Manneli é a única das quatro torres que sobreviveu até aos dias de hoje. Esta torre, pertencente à família Manneli, permaneceu intata após a construção do Corredor de Vasari, pois a família era contra Cosimo I e não permitiu a demolição nem redução da mesma. Assim, Giorgio Vasari teve que modificar o projeto do corredor e contornar a torre. O local serviu de sede dos guerrilheiros florentinos.

Monumento a Benvenuto Cellini

O Monumento a Benvenuto Cellini é composto por um bonito busto do mais famoso ourives florentino, localizado no centro da Ponte Vecchio. O busto, da autoria de Raffaello Romanelli foi inaugurado em 1901 para celebrar o 4º centenário do nascimento do escultor, escritor e ourives italiano.

Descubra Florença – 4º dia

Além do busto, também a base onde este se encontra merece destaque. Ali é possível ver o trabalho de vários artistas de destaque que deram o seu contributo. O busto está assente sobre um chafariz, onde a água sai de 4 máscaras assentes nos 4 cantos da base, caindo sobre quatro bacias em forma de concha. Na base é também possível ver vários elementos maneirista como festões, máscaras, patas de leão, cabeças de cabra assim como anéis de diamante. O monumento está devidamente protegido por uma grade, utilizada pelos namorados para pendurar cadeados, cujas chaves eram depois atiradas para o rio Arno.

Ponte Vecchio
Monumento a Benvenuto Cellini

Lápides e Sacrário

Ao longo da Ponte Vecchio é ainda possível ver várias lápides espalhadas que pretendem comemorar data e momentos importantes desta ponte assim como a algumas pessoas ilustres. Por exemplo, a Dante, a Benvenuto Cellini e ainda a Gerhard Wolf.

Outro dos destaques é a presença de um sacrário do final do século XVII e onde é possível ver uma pintura da Madona com o menino e o Menino São João, que se acredita ser do pintor italiano Giovanni da San Giovanni.

Descubra Florença – 5º dia

Curiosidades da Ponte Vecchio

Sabia que foi na Ponte Vecchio que a 1º de Maio de 1283 Beatriz cumprimentou Dante pela primeira vez, surgindo dai o amor eternizado em “A Divina Comédia”?

Em 1593 Dom Fernando I decretou que apenas ourives e joalheiros poderiam ter lojas abertas na ponte, incomodado com o mau cheiro provocado pelos talhos e peixarias.

Uma das várias lojas da ponte
Uma das várias lojas da ponte

Foi nesta ponte que nasceu o conceito de bancarrota, pois quando um vendedor não conseguia mais pagar a sua renda, as autoridades partiam a sua mesa de forma a não conseguir mais comercializar os seus produtos. E a expressão “banca partida” em italiano diz-se “banca rotta”.

Conheça a Gastronomia do Mundo…Florença

Em 1938 Mussolini recebeu Hitler durante uma viagem dos alemães a Itália. Nessa altura Mussolini mandou abrir janelas panorâmicas no meio da ponte para que desse modo Hitler conseguisse admirar a paisagem do Rio Arno.

Ponte Vecchio
Pormenor da Ponte Vecchio que mostra as janelas

Durante a Segunda Guerra Mundial a Ponte Vecchio foi a única ponte a sobreviver aos bombardeamentos feitos pelos nazis à cidade.

Ao longo da ponte é possível ver várias bandeiras que representam os antigos quarteirões históricos de Florença.

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

2 thoughts on “Ponte Vecchio, a ponte dourada de Florença

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.