Atracções Braga Coimbra Destinos Dicas Europa Évora Ilha da Madeira Ilhas Lisboa Porto Portugal

Cafés Históricos em Portugal

Portugal, com vários séculos de história possui em todo o seu território inúmeros cafés que tiveram um papel importante em cada uma das cidades onde se localizam e que por isso merecem uma visita. Assim, foi estabelecida em Portugal uma Rota dos Cafés Históricos do país, composta por 39 estabelecimentos. Muitos destes cafés acabaram por entrar nesta lista pelas pessoas de renome que os frequentavam, por acontecimentos que lá ocorreram ou ainda pela sua data de abertura. O objectivo da Rota dos Cafés Históricos, é conseguir com que estes passem a fazer parte dos principais roteiros turísticos dos locais onde se situam.

Venha Descobrir o Turismo gastronómico

Por isso e dada a sua importância para Portugal e o turismo no país decidimos hoje falar-vos de alguns dos Cafés Históricos em Portugal.

A Brasileira, Braga

A Brasileira é o café mais emblemático da cidade de Braga. Fundado em 1907 por Adriano Soares Teles do Vale, localiza-se em pleno centro histórico da cidade. Adriano emigrou para o Brasil, onde se tornou produtor e exportador de café. Quando regressou a Portugal decidiu criar postos de venda para comercializar o seu café, produzido e importado do Brasil. A estes postos de venda chamou de “As Brasileiras”, que acabaram espalhadas pelo país e também em Sevilha. Nascendo assim “A Brasileira” de Braga, que acabou por se tornar um café importante na cidade.

Cafés Históricos de Portugal
Logotipo de “A Brasileira” de Coimbra

Ao longo dos anos foi passando pela mão de vários proprietários. E em 2009 passou por uma grande reforma, que ficou a cargo do arquitecto Sérgio Borges, mas sem perder a sua identidade. Ao visitar o local além do café não poderá deixar de provar os mais variados bolos disponíveis e sempre deliciosos.

Majestic Café, Porto

O Majestic Café, inaugurado em 1921, é um café histórico com elevada importância cultural para a sociedade portuguesa. Este bonito e luxuoso café, localizado na Rua de Santa Catarina, da autoria de João Queiroz, tornou-se palco das tertúlias políticas, sociais e filosóficas da elite intelectual portuense. Como por exemplo, José Régio, Teixeira de Pascoaes ou até Júlio Resende, eram clientes assíduos do local.

Veja o nosso Roteiro Gastronómico pelo Porto

Este belo exemplar de Arte Nova da cidade do Porto foi considerado, em 2011, o sexto café mais bonito do mundo. Algo fácil de perceber ainda no exterior quando nos deparamos com a sua bela fachada ornamentada e bem distinta dos edifícios que o rodeiam. Ao visitar o Majestic Café não deixe de tomar um belo café ou deliciar-se com um magnífico bolo caseiro à venda no local.

Interior do Majestic Cafe
Interior do Majestic Cafe

Café Santa Cruz, Coimbra

O Café Santa Cruz, localizado na Praça 8 de Maio, foi inaugurado em 1923. Anexo à famosa igreja de Santa Cruz, este café está situado também ele num edifício que em tempos foi uma igreja, a igreja de São João da Cruz. Mas, este belo edifício, do século XVI, foi dessacralizado após a expulsão das ordens religiosas, em 1834. Depois disso teve várias funções até à altura em que Adriano Ferreira da Cunha, Adriano Viegas da Cunha Lucas e Mário Pais perceberam que o local tinha potencial para se tornar um Café-Restaurante. Assim, acabaram por torná-lo numa referência nacional, que se foi reinventado até à atualidade. Ou seja, são cerca de 100 anos de actividade onde ainda hoje se fazem tertúlias, lançamentos de livros e espectáculos de música ao vivo.

Cafés Históricos de Portugal
Café de Santa Cruz em Coimbra

Quer fique na esplanada, quer se sente no interior terá uma óptima experiência, aproveite ainda para provar o famoso Crúzio, um doce de raízes monásticas originário deste café.

Leia também Coimbra, cidade dos estudantes

Café Paraíso, Tomar

Aberto desde 1911, o Café Paraíso localizado na Rua Serpa Pinto, em Tomar, surgiu da vontade de 5 amigos em abrir um estabelecimento. Mesmo tendo sofrido várias alterações ao longo dos anos foi mantendo a sua traça original, a sua arquitetura elegante, as famosas ventoinhas nos tetos, espelhos vindos de Veneza, assim como o mobiliário proveniente da Alemanha. Este era o local onde os habitantes locais, aproveitavam para comer um gelado, beber um vinho do Porto ou vinho Madeira, enquanto metiam a conversa em dia. Um dos principais frequentadores do Café Paraíso foi o escritor Umberto Eco.

Atualmente é um espaço bem eclético onde durante a tarde decorrem várias tertúlias, entre os mais velhos, mas à noite torna-se um bar com música chill-out para os mais novos.

A Brasileira do Chiado, Lisboa

A Brasileira do Chiado foi inaugurada em 1905, na Rua Garret, em pleno Chiado. Este belo café histórico, com uma decoração art deco, tem o seu interior revestido a madeira, espelhos e mármore, que o tornam num local único. Como já referi anteriormente, A Brasileira teve origem com Adriano Telles e depressa se tornou um espaço famoso entre a elite intelectual da época. Mas também era refugio dos revolucionários que ajudaram na instauração da República em 1910.

Leia também Descobrir o Museu do Chiado

Um dos principais frequentadores deste café foi Fernando Pessoa, o mais famoso poeta português. Assim existe em sua homenagem uma estátua na esplanada do café, que faz as delícias dos turistas que por ali passam.

Cafés Históricos em Portugal
Esplanada do café ” A Brasileira” com Fernando Pessoa

Confeitaria Nacional, Lisboa

A Confeitaria Nacional, localizada na Praça da Figueira, abriu portas em 1829, pela mãos de Balthazar Roiz Castanheiro, mantendo-se até aos dias de hoje na família que a fundou. Inicialmente foi criada como inspiração das famosas patisseries parisienses mas depressa começou a produzir doces bem tradicionais portugueses. Mas a verdade é que independentemente do que produzia, a Confeitaria Nacional sempre primou pela excelência dos seus produtos. Acumulou inúmeros prémios ao longo dos anos, assim como conseguiu o estatuto de fornecedor da Casa Real Portuguesa e muitos anos mais tarde da Presidência da República.

Veja as Comidas típicas de Portugal: a sua origem

Mas não são só os belos doces tradicionais da Confeitaria Nacional que se destacam, a verdade é que o próprio interior do estabelecimento merece ser destacado. Ao entrar verá um espaço ricamente decorado em tons pastel e dourado cheio de vitrines repletas de doces e salgados prontos a serem devorados.

Café Arcada, Évora

O Café Arcada é inaugurado, a 14 de Fevereiro de 1942, pelas mãos de 4 comerciantes eborenses, em plena Praça do Giraldo. A inauguração foi um evento cheio de pompa e circunstância, com a actuação da Orquestra de Jazz Luz e Vida.

Inicialmente, o espaço era frequentado pela burguesia local e por pequenos grupos de intelectuais e profissionais liberais. Mas com a crescente importância da Praça Giraldo, o Café Arcada também começou a ganhar importância e a ser frequentado por diferentes tipos de público. Com a entrada na década de 60, a morte de um dos sócios, entre outras situações o Arcada começou a entrar em declínio e acabou por fechar portas.

Cafés Históricos em Portugal
Praça do Giraldo

O espaço ganhou uma nova vida quando, em 2001, a Cervejaria Lusitana decidiu remodelar e ocupar o local, mantendo o nome de Café Arcada. Apesar da remodelação, o estabelecimento mantém muito da estrutura anterior, nomeadamente a famosa porta giratória mas também um dos mais famosos doces da região, a famosa Queijada de Évora.

Leia também Roteiro em Évora: o que ver e fazer

Café Calcinha, Loulé

O Café Calcinha, na Praça da República em Loulé, era inicialmente chamado de Café Central. Foi fundado em 1929, quando José Domingos Cavaco decidiu replicar um café brasileiro do Rio de Janeiro. Desde logo passou a ser frequentado por uma clientela seleccionada, vedando mesmo acesso aos mais pobres e às mulheres. Excepção feita a António Aleixo, um famoso poeta português, que era engraxador de profissão e bem pobre. Com o tempo o café foi abrindo portas a todo o tipo de público, mas devidamente separados. Uma das principais atrações deste café é a estátua de bronze de António Aleixo, colocada à porta de estabelecimento, mostrando a estreita relação entre o poeta e o Café Calcinha.

Leia também Vila Real de Santo António, a cidade iluminista no Algarve

O seu interior ainda mantém a traça original, com sancas de madeiras. Para além de um estabelecimento de restauração passou a ser igualmente um local com diversos tipos de programação cultural e social.

Café Internacional, Horta

O Café Internacional, localizado no Largo Infante Dom Henrique, na cidade da Horta nos Açores, foi inaugurado em 1926. Este é um café que se destacava pela sua decoração sofisticada aliada a diversos elementos de art deco. Era o ponto de encontro da elite do Faial, sendo igualmente a sala de visitas de muitos dos visitantes da ilha, quase sempre ao som de várias Orquestras de renome. Este era um local onde se organizaram tertúlias, se jogava dominó, se confraternizava e até onde se conspirava. Aliás, acredita-se que por aqui terão passado “agentes secretos”, aquando da II Guerra Mundial.

Com 25 de Abril de 1974 pode dizer-se que o Café Internacional se democratizou e passou a ser frequentado por várias classes sociais, continuando a ser uma referência na ilha até aos dias de hoje.

Outros cafés ao redor do mundo

Tem curiosidade em conhecer outros cafés ao redor do mundo e saber um pouco mais sobre eles? Então venha connosco descobrir o que os nossos parceiros têm a dizer sobre o assunto.

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Similar Posts

22 thoughts on “Cafés Históricos em Portugal
  1. Gente, que legal, que especial esse pist sobre os cafés Históricos em Portugal. Eu já sou encantada por cafe, por história e por Portugal. Os 3 juntos é maravilhoso. Estou muito curiosa pra conhecer todos estes detalhes pessoalmente. Amei

  2. Sou apaixonada por cafeterias, adoro esse ambiente, e fiquei muito curiosa para conhecer A Brasileira, em Braga e a Confeitaria Nacional, em Lisboa. Acho que essas duas cafeterias, principalmente a Confeitaria Nacional tem muita história pra contar e histórias são minha segunda paixão. Adorei o post!

  3. Eita, como eu adoraria conhecer todos esses cafés históricos de Portugal. No entanto, só conheço um deles, mas, se tiver oportunidade irei conhecer e provar os sabores do lugar. Amei o post e as dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.