Atracções Espanha Europa Palácio

Descobrir o Real Alcázar de Sevilha

Real Alcázar de Sevilha

O Real Alcázar de Sevilha é a atração mais importante e impactante da cidade. Neste belo complexo de palácios, estão reflectidos mais de mil anos de história, que resultaram numa diversidade e singularidade, tornando este complexo único no mundo. Originalmente construído por líderes islâmicos foi mais tarde modificado e aprimorado pelos monarcas católicos de Espanha, tendo-se tornado um dos melhores exemplos mundiais da arquitectura mudéjar.

Veja o nosso Roteiro em Sevilha: 2 dias na cidade espanhola

Onde se localiza o Real Alcázar de Sevilha

O Real Alcázar de Sevilha localiza-se no Patio de Banderas, no Bairro de Santa Cruz, em Sevilha. Localizado bem no coração da capital da Andaluzia, está a poucos metros da Catedral de Sevilha e da La Giralda.

Sevilha
Entrada para o Real Alcázar de Sevilha pela Porta do Leão

História do Real Alcázar de Sevilha

O Real Alcázar de Sevilha é um magnífico complexo de palácios fortificados, resultado de diferentes fases da história. O seu nome deriva do árabe “al qasr“, que significa palácio ou castelo.

A construção deste magnífico complexo ocorre em dois períodos distintos, o islamismo e o cristianismo. Assim, no ano de 913, o califa de Córdoba, Abdurrahman III an-NHasirram, mandou construir na parte sul de Sevilha, uma sede governamental. Dava-se então início a este maravilhoso complexo de Palácios. Com o passar dos séculos, novos líderes surgiram, assim como novos edifícios e novas modificações no local.

Apesar das alterações foi mantendo sempre a sua função de sede do governo, até ao século XIII, quando o Rei Dom Fernando III toma a cidade e se dá o início do período cristão. Nessa altura passou a ser a residência real da Coroa de Castela, algo que se mantém até hoje. Desde então o palácio já foi palco de vários acontecimentos importantes na história.

Veja a nossa Dica de hotel em Sevilha: Holiday Rentals Los Salados

Do período islâmico restam as muralhas, que circundam o Pátio das Banderas, a sua fachada assim como o Palácio de Gesso e parte do Pátio do Cruzeiro.

 Palácio de Dom Pedro
Pormenor do Palácio de Dom Pedro no Real Alcázar de Sevilha

Dada a sua espectacularidade e importância para a Sevilha e para Espanha, acabou por ser declarada Património da Humanidade pela UNESCO, em 1987.

O que ver no Real Alcázar de Sevilha

Grande parte do que vemos no Real Alcázar de Sevilha é arte e arquitectura mudéjar, ou seja, um estilo que incorpora diferentes elementos românicos, góticos e renascentistas aliado a técnicas islâmicas. Este estilo predominava nos reinos da Península Ibérica, na Era Medieval e a verdade é que qualquer parte do complexo merece ser visitada. No entanto há algumas atrações que se destacam.

Venha Descobrir os Museus de Sevilha

Porta e Pátio do Leão

A Porta do Leão é a porta principal do acesso ao Real Alcázar de Sevilha. Esta imponente porta rosa, de 8.50 metros de altura, possui no seu topo um impressionante mural de azulejos do século XIX, cuja imagem representa um leão coroado. Ao atravessar a porta da muralha árabe, entrará no Pátio do Leão, que lhe dá logo acesso a algumas áreas importantes do complexo. Ao fundo do pátio encontrará um conjunto de três arcos, vestígios de uma antiga tela almóada e ao atravessá-los entrará no Pátio da Montaria.

Pátio de Leão
Pátio de Leão com os três arcos ao fundo

Palácio de Gesso

Um dos principais destaques do Palácio do Gesso é o seu antigo pórtico, considerado uma valiosa jóia almóada, sendo constituído por um arco central, delimitando por três arcos menores embutidos na parede. Este pórtico localiza-se no Pátio do Gesso, o único espaço que ainda possui vestígios do antigo palácio almóada. O Pátio do Gesso é um pátio rectangular, em torno do qual se distribuíam os quartos do palácio. Bem no centro deste está uma piscina, que se encontrava ligada à Fonte da Sala da Justiça. Destaque ainda para o lado esquerdo do pátio, onde se localiza a galeria em pórtico, cujos painéis são feito num estilo sebka, tipicamente almóada e sevilhano.

Pátio de Gesso
Pátio de Gesso com destaque para o antigo pórtico

Já a Sala da Justiça, conhecida também como Sala dos Conselhos, foi construída por Afonso XI e é a primeira obra mudéjar do Palácio. Bem no centro da sala está uma fonte de mármore cuja água é levada da fonte até à piscina localizada no Pátio de Gesso.

Veja Onde comer em Sevilha: as nossas escolhas

Casa da Contratação

A Casa da Contratação era o local onde se levava, a cabo as burocracias entre Espanha e o Novo Mundo, nomeadamente o transporte marítimo e o comércio. O local caracteriza-se pelas suas paredes rosas e um teto de madeira dourado mas também por estar magnificamente decorado com várias obras de arte. Uma das principais obras de arte é o famoso retábulo da Virgem dos Navegantes, localizado na Capela da Desaparecida. Atualmente, a Casa da Contratação é a sede da Delegação do Governo da Andaluzia e por isso grande parte das instalações não estão abertas ao público.

Real Alcázar de Sevilha
Casa da Contratação

Palácio do Rei Dom Pedro

O Palácio do Rei Dom Pedro é o palácio múdejar e o coração do Real Alcázar de Sevilha. Dom Pedro foi um rei cristão que governou Sevilha após a reconquista mas como gostava do estilo mourisco decidiu utilizá-lo como inspiração para os projectos do seu palácio.

Real Alcázar de Sevilha
Palácio do Rei Dom Pedro

Neste palácio destaca-se o Pátio das Donzelas, com uma grande fonte central, que origina um magnífico espelho de água. Nos seus arcos rendilhados que decoram o pátio é possível ver vários símbolos cristãos e muçulmanos. Aqui era o local onde a realeza cumpria os seus deveres oficiais e entretinha os seus convidados, sendo este cercado pelas salas mais importantes do palácio.

Venha Descobrir o Parque e o Palácio de Monserrate

Destaca-se também a Sala dos Embaixadores, que é absolutamente maravilhosa. Construída no século XI, foi reformado pelo Rei Dom Pedro I, que a tornou a sala central do seu palácio. Além de possuir uma enorme cúpula de madeira feita de rendilho mudéjar de tirar o fôlego possui também uma decoração magnífica com bonitas janelas venezianas, varandas de estilo barroco assim como vários elementos decorativos em ouro.

Quarto Alto Real

O Quarto Alto Real localiza-se no segundo andar do Palácio de Dom Pedro e nada mais são que os apartamentos reais, compostos por onze quartos magnificamente decorados, com elegantes móveis, e belas pinturas e tapeçarias. Para visitar o local é necessário comprar um bilhete à parte.

Palácio Gótico

O Palácio Gótico foi construído no século XIII, a mando de Afonso X, quando o estilo gótico era bem comum na Europa, transformando as antigas estruturas almóadas. Composto por quatro salas que se cruzam perpendicularmente, foi mais tarde reformado por Carlos I. Mas pouco resta deste palácio, até porque foi fortemente danificado pelas réplicas do terramoto de Lisboa, em 1755. A sua decoração é bem diferente do resto do complexo, sendo esta em tons terrosos e feito com materiais naturais, sendo um palácio bem austero, com um tecto abobado e sem grande ornamentação.

Um dos principais destaques deste palácio é a sua magnífica Sala das Tapeçarias, que tal como o nome indica possui enormes tapeçarias a revestirem o local. Durante o século XVI as salas do Palácio Gótico eram conhecidas como Sala das Abóbadas ou Sala de Festas pois era onde decorriam os grandes banquetes e festas de casamento.

Real Alcázar de Sevilha
Sala das Tapeçarias

Outro dos destaques do Palácio Gótico são os Banhos Dona Maria Padilha, um dos locais mais instagramáveis do Real Alcázar. Estes são tanques de águas pluviais localizados sob o Pátio do Cruzeiro, que foram batizados com o nome de Maria Padilla, a amante e o amor da vida do Rei Pedro I.

Banhos Dona Maria Padilha
Banhos Dona Maria Padilha

Jardins do Real Alcázar de Sevilha

Os Jardins do Real Alcázar de Sevilha são absolutamente maravilhosos e um óptimo sítio para relaxar e se esconder do calor que se sente na cidade. Além disso é um local cheio de atrações belíssimas. Ou seja, ao longo do seu passeio encontrará também ali vários elementos árabes, renascentistas e modernos resultado das várias influências já referênciadas além do maneirismo italiano e paisagismo inglês. Os Jardins podem ser divididos em duas partes distintas. A primeira, desenvolvida em frente ao Real Alcázar com os seus jardins renascentistas, já a segunda está separada pelos restos da muralha almóada. Todos estes jardins estão compartimentados e sem qualquer ligação entre eles, algo que ocorreu apenas durante o reinado de Carlos V, refletindo o seu gosto pelo maneirismo italiano.

Pavilhão Carlos V

O Pavilhão Carlos V, em estilo mudéjar, foi construído no século XVI, sendo um bom lugar para desfrutar de uma sombra. Esta é uma das estruturas mais elegantes dos jardins, apresentando vários arcos, um teto impressionante assim como as paredes revestidas a azulejos renascentistas.

Pavilhão Carlos V
Pavilhão Carlos V

Lagoa de Mercúrio e Galeria Grutesco

A Lagoa de Mercúrio é um dos principais destaques dos Jardins, mas localiza-se acima do nível dos restantes Jardins. Bem no centro do tanque é possível uma estátua do Deus Mercúrio, esculpida no século XVI. Bem ao fundo da Lagoa de Mercúrio encontra-se a Galeria Grutesco, que divide os jardins originais da antiga área de pomares mas convertida em jardins no final do século XIX. Esta bela galeria foi construída utilizando uma antiga tela da muralha almóada que foi ornamentada com diferentes pedras, reboco, pintura entre as pedras, imitações de mármore e belos afrescos representando cenas mitológicas clássicas.

Lago de Mercúrio e Galeria Grostesco
Lago de Mercúrio e Galeria Grostesco

Dicas e curiosidade do Real Alcázar de Sevilha

A visita do Real Alcázar de Sevilha pode ser de dois tipos, a entrada geral, que incluiu todos os locais térreos e os jardins ou então a Entrada Especial ao Quarto Real que é uma visita guiada ao piso superior do Palácio do Rei Dom Pedro.Compre os seus bilhetes antecipadamente, verá que vale a pena.

O bilhete do Real Alcázar de Sevilha dá-lhe também acesso a outros museus da cidade. Como por exemplo, o Museu Bellver, o Antiquarium, o Castelo de São Jorge e Centro de Cerâmica de Triana.

Como é possível perceber a água surge em inúmeros elementos ao longo de todo o complexo e não apenas em fontes nos jardins. Isto acontece pois na islamismo a água é o símbolo da vida.

Uma das curiosidade do Real Alcázar é que este já foi cenário de filmes como Lawrence da Arábia e da série Guerra dos Tronos.

Quer um desafio? Então vá até ao Pátio das Bonecas, no Palácio de Dom Pedro e tente encontrar o rosto de 9 bonecas que se encontram neste pátio e que lhe dão nome. Aproveite também para relaxar nos magníficos Jardins do Alcázar de Sevilha.

Outras informações do Real Alcázar de Sevilha

HorárioPreçosContactos
9h30 – 19hBilhete Geral – €13.5
Bilhete Quarto Alto Real – € 5.5
alcazar@patronato-alcazarsevilla.es
https://www.alcazarsevilla.org/

O Real Alcázar de Sevilha é uma sucessão de espaços, resultantes de diferentes momentos históricos que a cidade viveu e que refletem os gostos artísticos dos diferentes governantes. E se historicamente é um espaço cristão artisticamente é um espaço muçulmano.

Beda 2022
Artes por Joyce

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Cada vez reserva o seu hotel através do nosso blog, está a ajudar-nos, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Pois a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a TAP e adquira voos a preços maravilhosos. E assim ajude o blog a manter-se.

Precisa de carros? Não deixe de reservar o seu carro com a DiscorverCars e obtenha os melhores preços.

Similar Posts

2 thoughts on “Descobrir o Real Alcázar de Sevilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.