Destinos Europa Portugal

Estrada Nacional 2: a road trip mais famosa de Portugal

A mítica Estrada Nacional 2 (EN2) é a maior estrada da Europa bem como uma das maiores do mundo. Sendo apenas ultrapassada pela famosa Route 66, nos EUA, que liga Chicago a Los Angeles e pela Ruta 40, na Argentina, que liga a Província de Santa Cruz até à fronteira com a Bolívia.

A EN2 liga Portugal de norte a sul do país, num total de 739 Km entre Chaves e Faro. Esta famosa estrada passa por 11 distritos e 35 concelhos, cuja paisagem alterna entre montanhas, planícies, plantações de sobreiros, vinhas ou vales, entre tantos outros tipos de paisagem.

A história da Estrada Nacional 2

A EN2 é um dos sonhos de Salazar bem como um dos principais projetos do Estado Novo, era construir uma estrada que ligasse Portugal de uma ponta a outra. Foi inaugurada em 1945, contudo é possível perceber que o seu traçado se funde com a própria história de Portugal. Isto porque ao longo do percurso observam-se várias construções da arquitetura filipina, que remontam aos tempos da estrada Real, quando foi construída uma estrada para servir o reino português.

Mas a própria Estrada Real é a sucessora das vias romanas, que atravessavam a Lusitânia ( nome atribuído a Portugal na Antiguidade). Durante várias décadas estas vias foram a sofrendo melhorias e outros traçados foram acrescentados, assim no final do séc. XIX passou a ser denominada de Estrada Real.

Estrada Nacional 2 - Marco EN2
Marco comemorativo dos 75 anos da EN2 (Foto: Diário online da região sul)

E antes de chegar ao nome atual passou por outras designações, como por exemplo Estrada Distrital nº128 ou Estrada Nacional 19. Por fim, em 1945, já com todos os troços em alcatrão a estrada foi batizada com o nome que a conhecemos hoje, Estrada Nacional 2.

Quantos dias demora a percorrer a Estrada Nacional 2?

Não existe um número exato porque depende sempre do ritmo e disponibilidade de cada um. Mas do nosso ponto de vista no mínimo precisará de 4 dias, para viver a experiência desta road trip.

Mas tenha presente que se apenas tiver 4 dias não poderá passar em todos os locais por onde a Estrada Nacional 2 passa, ficando a experiência um tanto ou quanto incompleta. Então a nossa sugestão é que disponibilize o máximo de dias possíveis que tiver. Verá que vale a pena.

E existem algumas dicas que deverá ter em atenção consoante os dias disponíveis. É muito importante planear muito bem o que pretende ver ao longo da sua road trip, para deste modo tirar o máximo partido da viagem. Mas esteja preparado para a possibilidade de fazer desvios, pois próximo da EN2 existem locais que merecem muito ser visitados.

Ou seja, leve um roteiro mas permita-se a sair um pouco deste, sempre que achar pertinente, tendo em mente que terá que fazer cedências se tiver com os dias contados.

Leia também Como planear uma viagem independente

Passaporte da EN2

Para tornar a experiência ainda mais aliciante a Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2, criou e emitiu um passaporte que contém um mapa da rota bem como espaço para ir coleccionando carimbos, que confirmam a sua passagem por cada um dos 35 municípios por onde deve passar.

Este mapa pode ser adquirido gratuitamente e carimbado nos postos de turismo ao longo da EN2. Caso prefira uma alternativa ao papel pode sempre optar pela app da EN2. Até porque ao optar pelo passaporte corre o risco de em alguns locais não conseguir carimbar o mesmo, pois os postos de turismo têm horário de funcionamento, que podem não coincidir com a hora que passa no local.

O que visitar na Estrada Nacional 2?

Chaves

Inicie a sua aventura no quilómetro zero da Estrada Nacional 2 na bonita cidade de Chaves, localizada junto ao Rio Tâmega. Esta é uma cidade relativamente pequena, que em tempos foi povoada por diversos povos, tendo sido baptizada pelos romanos como Aquae Flaviae. Chaves foi um importante centro para este povo, aquando da ocupação da Península Ibérica, tendo estes construído muralhas, a famosa Ponte de Trajano, balneários termais, entre outros.

Estrada Nacional 2 - Chaves
Castelo de Chaves (Imagem: Por António Amen, CC BY-SA 3.0)

Caso queira saber mais sobre a cidade leia Descobrir Chaves

Rota Termal (Vidago, Pedras Salgadas e Vila Pouca de Aguiar)

Siga viagem até Vidago e deslumbre-se com o magnífico Vidago Palace Hotel, que resulta da combinação perfeita entre luxo e beleza natural. Mas Vidago, aquela que já foi uma das estâncias termais mais prestigiada do país, tem muito mais a oferecer. Como tal, não deixe de visitar o Balneário Pedagógico de Vidago ( na antiga Estação de Comboios de Vidago), banhar-se nas Termas de Vidago bem como de passear nos belos jardins do Parque de Vidago.

Mantenha-se na Rota Termal e siga para Pedras Salgadas, onde se localiza a famosa nascente de onde provém a água das pedras. Mas também poderá ver e passear no histórico Parque Termal de Pedras Salgadas, onde encontrará várias fontes e Casas da Árvore do Pedras Salgadas Spa e Nature Park.

Se gosta de hotéis em Palácios não deixe de ler Palácios onde dormir em Portugal

Se tiver tempo não deixe de dar um mergulho na Lagoa do Alvão e usufruir um pouco do bonito Parque de Lazer, antes de seguir viagem para Vila Pouca de Aguiar.

Em Vila Pouca de Aguiar não deixe de passear pelo centro histórico, onde encontrará a bonita Capela Nova assim como a Igreja da Misericórdia. Visite também a Igreja de São Domingos, que faz parte da Rota das Catedrais ( existem 4 na EN2), a Casa do Condado, bem como o Recinto Fortificado da Cidadelhe.

Rota do Douro (Vila Real, Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua)

Rodeada pelo Douro, Vila Real é um ponto de paragem obrigatório. Aqui não poderá perder o maravilhoso Palácio de Mateus, a Casa de Diogo Cão, o Miradouro da Vila Velha, bem como a bonita Sé. Mas ainda se poderá encantar com as aldeias vinhateiras que rodeiam a cidade.

Estrada Nacional 2 - Palácio de Mateus
Palácio de Mateus ( Imagem: Varun Shiv Kapur from Berkeley)

Siga para Santa Marta de Penaguião e deslumbre-se com a paisagem daquela que é a principal região demarcada do Douro, classificada como Património Mundial da UNESCO, na categoria de Paisagem Cultural Evolutiva e Viva.

Ao chegar ao Peso da Régua por entre os socalcos das vinhas, continue a apreciar a bonita vista do Alto Douro Vinhateiro. Aproveite para visitar o Museu do Douro e o Cais fluvial de Peso da Régua, tão importante para o deslocamento dos barris de vinho, nos barcos rebelos até Vila Nova de Gaia. Uma vez aqui não pode deixar de provar os típicos rebuçados da Régua.

Estrada Nacional 2 - Museu do Douro
Museu do Douro (Imagem: Duca 696)

Rota histórica (Lamego, Castro Daire e Viseu )

Continue a sua road trip seguindo em direcção a Lamego e visite a sua principal atração, o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. Uma curiosidade interessante é que a EN2 atravessa a enorme escadaria do santuário. Mas Lamego tem muito mais a oferecer, nomeadamente a Sé Catedral, o Castelo e o Museu de Lamego, entre tantas outras atrações. Mas se em vez de património histórico preferir beber um bom espumante não deixe de visitar as Caves da Raposeira, logo à saída de Lamego.

Lamego
Santuário Nossa Senhora dos Remédios ( Imagem: Peregrino27 )

Siga até Castro Daire, uma vila milenar com um magnífico património histórico, que engloba a Igreja Matriz, da era medieval e o Solar dos Aguilares, de estilo maneirista. Mas também a Capela das Carrancas, capela privativa do séc. XVIII da Casa da Cerca, onde se localiza o Museu Municipal. E não deixe de experimentar o famoso bolo podre de Castro Daire, bolo típico da Páscoa.

Estrada Nacional 2 - Igreja Matriz Castro Daire
Igreja Matriz Castro Daire (Imagem: Concierg.2C )

Se tiver oportunidade faça um desvio e vá até ao baloiço da pedreira, um baloiço construído na aldeia de Cela, próximo a Castro Daire. Localiza-se numa pedreira desativada, possuindo um bela lagoa.

Ao chegar à cidade de Viriato, Viseu, deixe-se mergulhar nesta maravilhosa cidade cujo património histórico-cultural é absolutamente único. Passeie pelo centro histórico e deslumbre-se com as ruas Formosa e Direita, localizadas no centro histórico e que são as ruas mais antigas da cidade. Visite também a Sé Catedral, o Museu Grão Vasco, a Porta do Soar bem como a Porta dos Cavaleiros.

Porta dos Cavaleiros
Porta dos Cavaleiros (Imagem: Concierge.2C)

Rota do Dão (Tondela, Santa Comba Dão e Mortágua)

Siga viagem até Tondela, uma bonita cidade envolvida pela não menos bonita serra do Caramulo. Nesta localidade pertencente à região Demarcada do vinho do Dão encontrará também património edificado para visitar, como por exemplo a Igreja Matriz de Tondela e a famosa Fonte da Sereia, talvez o monumento mais famoso da cidade.

Aqui sugerimos que faça um desvio e vá até às Termas do Granjal, do séc. XIX. Prepare-se para ver uma água com uma cor forte e o cheiro intenso a sulfúrico.

Continue a sua road trip até Santa Comba Dão, terra natal de António Oliveira Salazar e visite o seu centro histórico, com belos traços medievais, bem como a Igreja Matriz, de estilo barroco e o Miradouro do Outeirinho, localizado ao lado da igreja.

Estrada Nacional 2 - Igreja Matriz Santa Comba Dão
Igreja Matriz Santa Comba Dão (Imagem: Jmvicent )

Rota das praias fluviais (Penacova, Vila Nova de Poiares, Góis, Pedrogão Grande, Sertã)

Antes de chegar ao próximo destino passe na Barragem da Aguieira e deixe-se encantar. Siga para Penacova e faça o percurso Interpretativo da Livraria do Mondego, uma formação rochosa de quartzitos, dando a ideia de uma estante de livros. Aproveite e dê um mergulho na praia fluvial do Reconquinho.

Estrada Nacional 2 - Penacova
Livraria do Mondego (Imagem: CM Penacova )

Continue a road trip em direção a Vila Nova de Poiares e delicie-se a comer a melhor Chanfana no Restaurante “A Estrela da Mó”.

Leia também Restaurante “A Estrela da Mó”

Góis é o próximo destino. Nesta vila atravessada pelo Rio Ceira e ladeada pela serra da Lousã e a Serra do Açór, encontrará a Igreja Matriz e uma imponente Ponte Real, mandada construir no séc. XVI, por D. João III. De seguida, vá dar um mergulho na praia fluvial da Peneda. Mas se estiver com tempo faça um pequeno desvio para visitar as aldeias do xisto e a serra da Lousã.

Igreja Matriz de Góis
Igreja Matriz de Góis (Imagem: Concierge.2C )

Leia também Aldeias do Xisto – Lousã

Ao visitar Pedrogão Grande perceberá que está rodeado por natureza por todos os lados. Aqui o Rio Zêzere surge embelezado pelos miradouros, barragens, ermidas e capelas. Assim, existem pontos de interesse que não pode perder. Como por exemplo, o Miradouro de Nossa Senhora da Confiança, a Barragem do Cabril e a bonita Ponte Filipina do Cabril.

Estrada Nacional 2 - Barragem do Cabril
Barragem do Cabril (Imagem: JMFH4778 )

Termine a rota das praias fluviais na bonita vila da Sertã, onde se destaca o Castelo, datado do séc. I e a Igreja Matriz, de estilo barroco. Aqui encontrará a Praia Fluvial da Ribeira Grande, bem no centro da vila. Contudo existe outra praia mais interessante nesta zona. Apenas terá que fazer um pequeno desvio e chegará à Praia Fluvial do Trízio.

Rota pelo Centro de Portugal ( Vila do Rei, Sardoal e Abrantes )

Comece a sua rota pelo Centro de Portugal, também no ponto que é o centro da EN2, ao quilometro 369, onde encontrará o Centro Geodésico, na localidade de Vila do Rei. Aqui encontra-se também o Museu da Geodesia, bem como a bonita Praia Fluvial do Penedo Furado.

Estrada Nacional 2 - Cascata do Penedo Furado
Cascata do Penedo Furado (Imagem: JORGEDIAS2 )

O Sardoal é a localidade que se segue. E onde encontrará uma terra cheia de tradições e um património religioso magnífico. No qual se destaca a Igreja de São Tiago e São Mateus, uma bonita igreja do séc. XVI.

Siga em direcção ao Ribatejo e à cidade de Abrantes, caracterizada pelas suas casas amarelas. Aqui poderá ver ainda o seu famoso Castelo, uma magnífica construção militar que oferece uma vista maravilhosa sobre o Rio Tejo, bem como a Igreja de Santa Maria do Castelo.

Rota da Arte Urbana ( Ponte de Sor, Avis, Mora, Coruche, Montemor-o-Novo, Viana do Alentejo e Alcácer do Sal)

Ao chegar a Ponte de Sor deixe-se deslumbrar pela Arte Urbana patente nos vários murais dos prédios da localidade e ainda na bonita ponte pedonal, com um design único. Mas se estiver na zona também não pode deixar de visitar a Barragem de Montargil e deixe-se levar pela bonita paisagem da albufeira da Ribeira de Sor.

Estrada Nacional 2 - Ponte Sor
Arte Urbana no artista italiano Diavu (Imagem: CM Ponte Sor )

Por fim siga até Montemo-o-Novo, local onde se deu a ordem para se iniciar o Caminho Marítimo para a Índia. Nesta bonita localidade encontrará um belo Castelo, construído sobre as ruínas de uma fortificação romana, o Paço dos Alcaides bem como as Grutas do Escoural.

A EN2 passa mesmo pelo meio da localidade Alcaçovas, concelho de Viana do Alentejo, conhecida por ser a capital da doçaria conventual e palaciana. Assim, ao visitar o local não deixe de provar o Bolo Real, o Bolo Conde de Alcaçovas, os Amores de Viana e as Sardinhas albardadas. Tenho a certeza que ficará rendido.

Rota Alentejana ( Ferreira do Alentejo, Aljustrel, Castro Verde e Almodovar)

Siga em direção à rota alentejana e pare em Ferreira do Alentejo. Onde encontrará paisagens belíssimas bem como os famosos túneis de pinheiros. Em relação aos monumentos não deixe de visitar a Capela do Calvário e o Santuário de Nossa Senhora da Conceição.

Capela do Calvário
Capela do Calvário (Imagem: Dickelbers )

Aljustrel, uma das mais antigas localidades de portugal, tem para ver a bonita Ermida de Santa Maria do Castelo e as Minas de Aljustrel. Passe também pelo Moinho dos Maralhas.

Siga até Castro Verde, declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO e zona protegida devido à sua avifauna. Mas não pense que Castro Verde não tem património arquitectónico. Aqui encontrará a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, Monumento Nacional e a Basílica Real de Castro Verde, onde poderá ver um painel de azulejos que retrata a famosa Batalha de Ourique.

Estrada Nacional 2 - Painel de Azulejos da Basílica
Painel de Azulejos da Basílica (Imagem: Forcastro )

Termine a sua passagem pelo Alentejo em Almodôvar, localidade com grandes influências árabes. Ao visitar o local não deixe de ir à Igreja Matriz de Santo Ildefonso, uma imponente igreja do séc. XVI. Uma curiosidade é que o percurso da EN2, entre Almodôvar e São Brás de Alportel, recebeu a distinção de Estrada Património, mantendo muito dos seus traços originais.

Rota Algarvia ( São Brás de Alportel, Loulé e Faro)

Chegou à etapa final da sua road trip. Ao chegar ao Algarve começará a avistar o mar e chegará à Serra do Caldeirão e ao famoso Miradouro do Caldeirão. Uma vez em São Brás de Alportel não deixe de ir também ao Miradouro do Alto da Arroteia e de visitar a Igreja Matriz assim como o Museu do Trajo do Algarve. E se tiver tempo não deixe também de visitar o Palácio de Estói.

Assim que chegar a Faro sentirá que valeu a pena a sua viagem. Conheceu um país maravilhoso e cheio de atrações que o fizeram viajar no tempo. Mas prepare-se, pois ainda tem Faro para conhecer. Claro que não pode faltar o Marco do quilometro 738.5, que apesar de não coincidir com o fim da estrada é o último marco presente. E visite também a Sé de Faro e relaxe numa das muitas praias à volta.

Delicie-se nesta road trip pela Estrada Nacional 2 e deixe-se deslumbrar pelas belíssimas paisagens que passam pelas vinhas do Douro, as planícies alentejanas e pelas praias algarvias. Ao mesmo tempo que conhece alguns dos rios mais importantes de Portugal, assim como cinco das principais atrações portuguesas, reconhecidas pela UNESCO.

Quer conhecer outras Road-Trip ao redor do mundo?

Quer conhecer outras Road-Trips por esse mundo fora? Veja o que as nossas parceiras do Grupo Viagens Por Escrito têm a dizer sobre algumas das road-trips mais interessantes do planeta

Afiliados

Vai viajar? Já reservou o seu hotel? Este blog tem parceria com o Booking. Se pretende fazer a sua reserva para ficar alojado em Portugal, contrate o serviço aqui e estará a ajudar o nosso blog, já que o nosso trabalho é voluntário.

Não deixe de fazer o seu seguro de viagem ou se preferir um seguro de acidentes de viagem para tornar a sua viagem mais tranquila. Por isso, a WorldNomads tem um conjuntos de seguros de viagens simples e flexíveis adequado às suas necessidades.

Ainda não adquiriu a passagem aérea? Viaje com a Iberia e adquira voos a preços maravilhosos. Assim, ajuda o blog a manter-se.

Similar Posts

12 thoughts on “Estrada Nacional 2: a road trip mais famosa de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.